Assento do piloto é foco de investigação no mergulho do Boeing 787 da LATAM, diz site

Aeronave passou por um forte movimento em voo no rota Sydney-Auckland, ferindo alguns ocupantes. Investigadores suspeitam de movimento involuntário de um dos bancos dos pilotos
O Boeing 787-9 da LATAM que sofreu o mergulho
O Boeing 787-9 da LATAM que sofreu o mergulho (Victor)

O Boeing 787-9 Dreamliner CC-BGG da LATAM Airlines que passou por um mergulho acentuado durante o voo LA800 entre Sydney e Auclkand em 11 de março está sendo investigado pela autoridade de aviação do Chile (DGAC), que ainda não se pronunciou sobre o incidente.

No entanto, fontes do site The Air Current afirmaram que as investigações estão focadas no assento de um dos pilotos da aeronave, que teria se movimentado de forma inesperada.

Entende-se que o movimento possivelmente para frente e feito de forma não intencional poderia ter empurrado o manche, fazendo com que o Boeing 787 abaixasse o nariz e iniciasse um mergulho.

Siga o AIRWAY nas redes: WhatsApp | Telegram | Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Segundo o site, estão sendo avaliadas as circustâncias do episódio, que pode ter sido provocado por um curto-circuito. Passageiros relataram que o capitão da aeronave disse que os mostradores do jato teriam “apagado” durante o evento.

Cockpit do Boeing 787
Cockpit do Boeing 787 (Alex Beltyukov)

Os investigadores da Nova Zelândia retiveram os gravadores de voz e dados do jato CC-BGG. A aeronave chegou à Santiago do Chile nesta quinta-feira, 14, segundo dados do FlightRadar24.

O voo LA800 levava 263 passageiros e nove tripulantes dos quais 13 foram atendidos com ferimentos e encaminhados a um centro médico de Auckland.

A Reuters tentou ouvir a Boeing que não comentou. Já a LATAM afirmou não ser apropriado comentar sobre especulaões enquanto “continua a trabalhar em coordenação com as autoridades para apoiar a investigação”.

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post
Embraer KC-390 Millennium

Embraer e ST Engineering aprofundam parceria estratégica no jato C-390 Millennium

Next Post
Embraer E195-E2

Jatos E190-E2 e E195-E2 da Embraer estão aptos a operar a até 2 horas de voo de aeroporto alternativo

Related Posts
Total
0
Share