Avião elétrico da Rolls-Royce faz seu primeiro voo na Inglaterra

Chamada de “Spirit of Innovation”, aeronave experimental pretende atingir o recorde de velocidade de 480 km/h
Rolls-Royce Spirit of Innovation |Foto: Divulgação/Rolls-Royce

A Rolls-Royce, uma das maiores fabricantes de motores da aviação, está empenhada em desenvolver tecnologia de propulsão elétrica para eVTOL e aeronaves regionais. Para isso, a emprea lançou um programa curioso, que pretende bater o recorde mundial de velocidade para um avião movido apenas a eletricidade.

Nesta semana, o “Spirit of Innovation“, seu protótipo movido a eletricidade, realizou o primeiro voo de testes. O modelo decolou da base aérea de Boscombe Down na última quarta-feira (15) e fez um voo de aproximadamente 15 minutos.

Segundo a fabricante, o motor utilizado pela aeronave tem 400 kW de potência e inclui a bateria mais densa já utilizada em um avião. E a meta da Rolls-Royce é fazer com que o avião atinja 300 milhas por hora, algo como 480 km/h.

O programa ACCEL, (Accelerating the Electrification of Flight, ou Aceleração da Eletrificação do Voo) inclui as empresas YASA, que fornece os três motores elétricos e a Electroflight, responsável pelo pacote de baterias.

Rolls-Royce Spirit of Innovation (Divulgação/Rolls-Royce)

O avião acrobático é uma adaptação do modelo de corrida Sharp Nemesis NXT, da Air-to-Race, e que usa originalmente um motor a pistão Lycoming TIO-540-NXT de 350 hp.

O CEO da Rolls-Royce, Warren East, ressaltou a importância do projeto. “O primeiro voo do Spirit of Innovation é uma grande conquista para toda a equipe. Estamos focados em produzir os avanços tecnológicos de que a sociedade precisa para descarbonizar o transporte aéreo, terrestre e marítimo. Não se trata de quebrar um recorde mundial, a bateria e a tecnologia de propulsão desenvolvida têm aplicações relevantes para o mercado de mobilidade aérea urbana e pode ajudar no processo de eletrificação dos jatos”.

Além de desenvolver uma aeronave totalmente elétrica, a Rolls-Royce anunciou recentemente seu plano para se tornar carbono zero nos próximos anos. A meta da empresa é se tornar totalmente livre das emissões de carbono até 2050, sendo que seus produtos seriam compatíveis com esta meta até 2030.

Rolls-Royce Spirit of Innovation (Divulgação/Rolls-Royce)

Total
157
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gian
Gian
4 meses atrás

“Estamos focados em produzir os avanços tecnológicos de que A SOCIEDADE PRECISA para descarbonizar o transporte aéreo, terrestre e marítimo”.

Já estou farto de um bando de BUROCRÁTAS (financiados pelos agentes do grande capital e ligados a ONU, ousarem e/ou mesmo rogarem para si, o “direito” de falar em nome das Sociedades, em especial no Mundo Ocidental…… estou cansado destes burocratas e agentes controladores do grande capital que insistem em querer dizer o que segundo eles “é melhor p/ os Povos, Sociedades, etc…”…A única coisa que os Povos e Sociedades necessitam é que estes mesmos burocratas e agentes PAREM DE ENXER O SACO das mesmas…Qualquer pessoa minimamente bem informada sabe que o Carbono não é o problema, e sim a poluição dos Oceanos, neste sentido, o País que mais contribui negativamente para tal poluição é a China.

Toda essa HISTERIA pró eletrificação se trata única e exclusivamente de mais concentração de Poder financeiro nas mãos dos grandes oligopólios, e com isso tornar a vida das pessoas na verdade mais custosa, triste e difícil….a verdade, é totalmente o oposto do que prometem……

Previous Post

Saab enviará mais quatro caças Gripen ao Brasil nos próximos meses

Next Post

Itapemirim transportou quase 80 mil passageiros em agosto

Related Posts