“Blue Angels” do Irã recebe novos jatos de acrobacia

Força Aérea Iraniana recebeu três jatos Kowsar, uma versão do caça F-5 Tiger produzida no país
(Tasnimnews)
O Kowsar é basicamente uma cópia do antigo caça F-5 Tiger II, como os operados pela FAB (Tasnimnews)

A Força Aérea da República Islâmica do Irã (IRIAF) recebeu nesta quarta-feira, 25 de junho, três jatos Kowsar destinados à sua nova equipe de demonstração aérea. A cerimônia de entrega dos aviões contou com a presença do alto escalão militar iraniano, entre eles o comandante-geral do Exército, general Abdolrahim Mousavi, o ministro da Defesa, brigadeiro-general Amir Hatami.

Esta é uma notícia que chama atenção por dois motivos: os Kowsar, aeronaves fabricadas no Irã, são basicamente uma cópia do antigo caça F-5F Tiger II da Northrop. A outra parte é a pintura azul e amarela que elas ostentam, uma imitação descarada do esquema de cores dos aviões do Blue Angels, o esquadrão acrobático da Marinha dos EUA, o inimigo mortal do Irã.

“Estamos planejando realizar manobras acrobáticas com três jatos Kowsar durante os desfiles do Dia do Exército (em 17 de abril)”, disse o ministro da Defesa do Irã, citado pela agência iraniana FARS News. “Com três jatos, podemos ter uma equipe acrobática a jato”, acrescentou. O novo esquadrão de acrobacias da IRIAF ainda não tem um nome definido.

No passado, a força aérea iraniana teve um grupo de demonstração aérea, o Tāj-e Talāyi (“Coroa de Ouro”, em persa), que se apresentava com caças F-5 (originais), adquiridos nos tempos em que o Irã ainda mantinha uma relação cordial com os EUA. Além disso, as aeronaves tinha um esquema de pintura, digamos, mais patriótico, repetindo as cores da bandeira do país, verde, branco e vermelho.

Jatos F-5 do antigo esquadrão de acrobacias do Irã; grupo operou de 1958 até 1979 (Domínio Público)

Para uma nação que nutre uma intensa abominação aos norte-americanos, copiar um dos maiores símbolos militares dos EUA é uma tremenda hipocrisia. Como não poderia ser diferente, a entrega dos “novos” jatos no Irã foi tratada como chacota na terra do Tio Sam, que também poupa comentários negativos sobre o Kowsar e outros projetos aeronáuticos do país.

Enquanto isso no Brasil…

Carro forte da Blue Angels, empresa brasileira de transporte de valores (Sindifort)

Veja mais: Primeiro caça Gripen deve chegar ao Brasil em outubro

Total
15
Shares
1 comment
  1. Uma pena, últimamente vocês tem inclinado a fazer comentários políticos, primeiro de uma estupidez enorme contra a Argentina, agora contra o Irá. Deviam dar o crédito de um país como o Irá conseguir fazer um F-5, que nós não conseguimos mesmo com a Espetacular Embraer.
    E qual a sua opinião sobre os “Blue Angels” brasileiros, a nossa Esquadrilha atualmente tem as mesmas cores, igualzinho ao Irá!

Comments are closed.

Previous Post

Fabricante russa Tupolev quer lançar jato executivo supersônico

Next Post

Plano de recuperação da australiana Qantas dá fim ao 747 e envia os A380 para o deserto

Related Posts