Boeing entrega primeiro cargueiro 737-800BCF

Modelo é o primeiro 737 da série Next Generation convertido para transportar cargas
O 737-800BCF pode decolar com até 23,9 toneladas de cargas (Boeing)
O 737-800BCF pode decolar com até 23,9 toneladas de cargas (Boeing)
O 737-800BCF pode decolar com até 23,9 toneladas de cargas (Boeing)
O 737-800BCF pode decolar com até 23,9 toneladas de cargas (Boeing)

A Boeing anunciou nessa quinta-feira (19) a entrega do primeiro 737-800BCF (Boeing Converted Freighter), aeronave convertida para transportar cargas baseada na terceira geração do 737, a série Next Generation – o jato está atualmente na quarta geração, chamada pela fabricante de 737 MAX. O cliente de lançamento do cargueiro é a GE Capital Aviation Services (GECAS) e o modelo será utilizado pelo West Atlantic Group, companhia com sede na Suécia que opera somente voos de carga.

O 737-800BCF, porém, não é um avião “zero km”. O que a Boeing oferece é um novo pacote de conversão para aeronaves que atualmente transportam passageiros. Nesse processo, todos os assentos e equipamentos da cabine são retirados e substituídos por esteiras de pallets para cargas. Outro item importante na modificação é a instalação de uma porta de carga no lado esquerdo da fuselagem, para o embarque de grandes volumes.

“Estamos entusiasmados por sermos o primeiro operador do 737-800BCF”, disse o executivo-chefe do West Atlantic, Fredrik Groth. “A capacidade adicional e a eficiência oferecida por esta nova aeronave proporcionarão benefícios reais aos nossos clientes e estamos muito satisfeitos em estar na vanguarda das entregas dessa nova tecnologia. Com o 737-800BCF, esperamos melhorar a confiabilidade, reduzir os custos operacionais das aeronaves e proporcionar um desempenho ambiental aprimorado”.

A West Atlantic receberá quatro aeronaves 737-800BCF nos próximos 11 meses e, uma vez entregue, a companhia contará com 23 aeronaves de carga Boeing 737. Os outros cargueiros operados pela empresa são os modelos 737-300SF e 737-400SF (da segunda geração do 737, a série Classic) convertidos pela AEI, empresa baseada nos Estados Unidos especializada na conversão de aeronaves de passageiros para o transporte de carga.

De acordo com a Boeing, o 737-800BCF transporta até 23,9 toneladas métricas de carga e tem autonomia para voar até 3.750 km.

A porta de carga é um dos principais itens da conversão do 737-800BCF (Boeing)
A porta de carga é um dos principais itens da conversão do 737-800BCF (Boeing)

A fabricante afirma já ter 45 pedidos e compromissos de sete clientes pelo novo 737 cargueiro. Além das GECAS, a aeronave também foi encomendada por empresas de carga como a China Postal Airlines, da China, e a LAS Cargo, da Colômbia.

E a Boeing aposta alto na conversão do 737 Next Generation. O Current Market Outlook da fabricante, estudo que aponta a necessidade de aeronaves no mercado mundial, prevê uma demanda por mais de 1.100 cargueiros como o 737 convertido nos próximos 20 anos.

Veja mais: Boeing completa primeiro voo da versão executiva do 737 MAX

Total
0
Shares
Previous Post
A Latam vai voar com um 747-400 alugado pela empresa Wamos Air, da Espanha (William Verguet/creativecommons)

Problemas com o 787 faz Latam alugar Boeing 747

Next Post
Assim é fácil viajar: a nova cabine da Emirates poderá ser "testada" no ATM 2018 (Emirates Airline)

Aviões da Emirates terão suíte privada com janela virtual

Related Posts