Bombardeiro stealth chinês será maior que o B-21 Raider, garante ex-militar

Xian H-20 terá formato de asa voadora e substituirá os antigos H-16 na Força Aérea do Exército de Libertação do Povo, mas aeronave permanece no anonimato até agora
Ilustração do H-20 que foi publicada por revista do governo

Mais poderoso que o B-2 Spirit e maior que o B-21 Raider. Assim Fu Qianshao, um especialista aposentado da Força Aérea do Exército de Libertação do Povo (PLAAF), descreveu o suposto H-20, primeiro bombardeiro furtivo chinês.

Em entrevista ao China Military, site de notícias oficial da PLAAF, Qianshao afirmou que a aeronave ainda anônima “ofuscará seus pares em todo o mundo”.

O ex-militar, considerado uma fonte bem informada sobre o programa do bombardeiro, garantiu que o H-20 (nome ainda não confirmado) terá tecnologias exclusivas e motores confiáveis.

Qianshao, no entanto, questionou a veracidade de ilustrações divulgadas na China recentemente. Para ele, o design real do bombardeiro será diferente.

Curiosamente, as imagens foram divulgadas pela AVIC, empresa que controla a Xian, considerada a fabricante do jato stealth, e pela própria Força Aérea em um vídeo destinado a recrutar novos pilotos.

Imagem de computador do H-20, primeiro bombardeiro stealth chinês (Reprodução)

Diferenças

De fato, as imagens geradas por computador mostram diferenças significativas, a despeito do formato de asa voadora da aeronave.

Em algumas ilustrações, a aeronave aparece com estabilizadores verticais enquanto em outras eles estão ausentes. A semelhança com os bombardeiros da Força Aérea dos EUA, entretanto, é clara em todas as projeções.

Após prometer apresentar o H-20 em dezembro de 2020, a PLAAF não voltou a sugerir uma nova data para revelar a aeronave.

Total
166
Shares
Previous Post

Grécia recebe primeiro caça Dassault Rafale

Next Post

Ofuscada pela Sukhoi, MiG revela maquetes de seus projetos na MAKS 2021

Related Posts