Cargolux descarta o A350F e escolhe o Boeing 777-8F para renovar sua frota

Companhia aérea cargueira com sede em Luxemburgo escolheu o 777-8F como “solução preferida” para substituir o 747-400F
Concepção artística do Boeing 777-8F com as cores da Cargolux (Boeing)

Maior companhia aérea de carga da Europa, a Cargolux, com sede em Luxemburgo, informou nesta quinta-feira (21) no Farnborough Airshow, no Reino Unido, a escolha do cargueiro Boeing 777-8 Freighter como a “solução perfeita” para substituir sua frota de jatos 747-400F. A empresa, contudo, ainda não efetuou pedidos pela aeronave ou assinou cartas de intenção de compra.

“Com o 777-8 Freighter sendo a solução preferida para substituir nossos 747-400s, a Cargolux está ansiosa para continuar seu relacionamento contínuo com a Boeing”, disse Richard Forson, presidente e CEO da Cargolux.

Veja também:

A notícia da seleção do novo 777 pela Cargolux afasta os rumores de que a empresa estaria negociando a compra do Airbus A350F, variante de carga baseada no A350-1000. Em outubro do ano passado, executivos da companhia de carga participaram de voos de demonstração num protótipo do A350 na sede da fabricante, em Toulouse, na França.

A Boeing lançou o 777-8F em janeiro deste ano e já registrou mais de 50 pedidos pela aeronave, que terá uma capacidade de carga útil e autonomia de voo quase idênticas às do 747-400F, que pode transportar 113 toneladas de cargas e tem alcance de 8.230 km. O novo modelo baseado no 777X, no entanto, por ser bimotor oferece uma economia de combustível de 30% e redução de 25% das emissões poluentes.

A CargoLux é baseada em Luxemburgo (CargoLux)
Maior da Europa: a CargoLux opera uma frota com 30 cargueiros 747-400F e 747-8F (CargoLux)

“Com seu investimento no 777-8 Freighter, a Cargolux operará o cargueiro bimotor mais avançado e econômico do setor. O 777-8 Freighter reduz significativamente as emissões de CO2 em comparação com os modelos anteriores com uma pegada de ruído reduzida, ajudando para avançar o compromisso da Cargolux com operações sustentáveis”, comentou Stan Deal, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes.

Apesar das negociações avançadas, o novo cargueiro baseado na plataforma do 777-8 ainda vai demorar para chegar ao mercado. De acordo com a Boeing, as primeiras entregas da aeronave devem começar somente em meados 2027.

Total
17
Shares
0 0 votes
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Dario Lemos
Dario Lemos
23 dias atrás

O 777-8F será a melhor aeronave para substituir nas rotas onde o 747-400F atua, mesmo tendo bons concorrentes como o A350F e, provavelmente, uma futura variante do 787. Em determinados trechos desta reportagem parece que o autor ficou sentido com a escolha de uma empresa especialista no que faz.

Paulo Galdino
Paulo Galdino
23 dias atrás

Quantos 777-8F a Cargolux encomendou?

Ricardo Meier
Admin
22 dias atrás
Reply to  Paulo Galdino

Olá, Paulo, a Cargolux ainda não revelou a quantidade de 777-8F que pretende encomendar. Mas como ela diz que substituirá seus 747-400F, provavelmente será algo em torno de 12 aviões. Em breve as duas empresas devem anunciar o fechamento do negócio e aí saberemos exatamente. Abraços!

Previous Post

Primeiros E-Jets convertidos em cargueiros pela Embraer vão para Astral Aviation

Next Post

Qatar Airways firma acordo para receber 25 737 MAX 10

Related Posts
Total
17
Share