EC-130, o bombardeiro de guerra psicológica

Versão de guerra eletrônica do C-130 Hercules pode destruir a moral do inimigo perturbando as comunicações e interferindo programas de TV e rádio
O EC-130 já entrou em ação em combates no Caribe e Oriente Médio (USAF)
O EC-130 já entrou em ação em combates no Caribe e Oriente Médio (USAF)
O EC-130 já entrou em ação em combates no Caribe e Oriente Médio (USAF)
O EC-130 já entrou em ação em conflitos no Caribe e Oriente Médio (USAF)

Em 1990, durante a Guerra do Golfo no Iraque, soldados do exército de Saddan Hussein entrincheirados no deserto receberam chamados em seus rádios com a seguinte mensagem em árabe: “A única forma de encontrar segurança é na fronteira com a Arábia Saudita. É lá que os bombardeiros e a fome terminam. As forças da coalização oferecem asilo, cama quente, atendimento médico e três refeições por dia. Rendam-se. Abrace seus irmãos árabes e compartilhe a paz”.

A mensagem que invadiu a frequência dos rádios iraquianos foi transmitida por um Lockheed EC-130 “Commando Solo”, um avião da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) que atua como instrumento de guerra psicológica. Considerado uma das aeronaves mais sigilosas do mundo, o aparelho com equipamentos eletrônicos foi desenvolvido para perturbar as comunicações do inimigo ou então interferir na programação de canais de televisão e estações de rádio de uma região.

Estacionados na base aérea de Harrisburg, na Pennsylvania, os EC-130 da USAF parecem cargueiros Hercules normais, tanto que é permitido visitá-los de perto, mas somente por fora. Interessados em conhecer o interior da aeronave precisam de uma autorização de segurança máxima do Pentágono.

Sabotador eletrônico

Introduzidos em 1975, os EC-130 têm até hoje muitos detalhes guardados a sete chaves. Também chamados de “sabotadores eletrônicos”, essas aeronaves podem transmitir em qualquer frequência, como rádio AM e FM, televisão a cores ou preto e branco e bandas curtas, normalmente sinais de alta frequência usados por equipamentos de comunicação militar.

Os sinais de interferência do EC-130 Commando Solo são emitidos por antenas em forma de lâminas instaladas no dorso da fuselagem e na deriva, além de pods nas asas, dando a esse Hercules um aspecto único e até bizarro. Além disso, a aeronave ainda leva duas antenas de cabo rebocáveis retráteis. Uma desenrola-se horizontalmente, algumas centenas de metros atrás do avião, enquanto a outra pende verticalmente da fuselagem.

As antenas do EC-130 podem interferir em praticamente qualquer tipo de sinal, civil ou militar (USAF)
As antenas do EC-130 podem interferir em praticamente qualquer tipo de sinal, civil ou militar (USAF)

A tripulação de um EC-130 é composta por 11 membros: dois pilotos, navegador, oficial de guerra eletrônica, dois mecânicos e cinco operadores de sistemas eletrônicos.

Histórico operacional

A primeira utilização do EC-130 foi durante a Invasão de Granada, em 1983. Na ocasião, a aeronave da USAF foi utilizada como estação de rádio para comunicar-se com tropas e civis norte-americanos em solo, enviando informações sobre as ações militares e de evacuação.

O EC-130 é operado por uma tripulação de 11 membros (USAF)
O EC-130 é operado por uma tripulação de 11 membros (USAF)

Os Commando Solo também foram enviados duas vezes ao Hati. Na primeira, em 1994, a aeronave transmitiu programas de televisão e rádio no país para alertar e enviar informações a população sobre os riscos do conflito civil que estava em andamento no país.

Em 2010, após o terremoto que arrasou o Haiti, o EC-130 voltou ao país, desta vez como posto de comando central para orientar as ações humanitárias em solo.

A utilização mais recente da aeronave foi sobre a Líbia, em 2011, durante o processo que levou a queda do ditador Muamar Kadafi. Uma mensagem enviada por uma estação da Holanda e retransmitida pelo EC-130 dizia o seguinte: “Os navios militares e demais embarcações com bandeira da Líbia não têm permissão para deixarem o porto. As forças do regime de Kadafi estão violando uma resolução das Nações Unidas, que ordena o fim das hostilidades no país. O navio que tentar sair do porto será atacado e destruído imediatamente. Não tentem deixar o porto”.

A Guarda Aérea Nacional dos EUA mantém seis EC-130 ativos (USAF)
A Guarda Aérea Nacional dos EUA mantém seis EC-130 ativos (USAF)

Os EUA mantém atualmente seis EC-130 ativos, incluindo um modelo de nova geração, baseado na versão mais recente do Hercules, o C-130J, mantidos sob o comando da Guarda Aérea Nacional (Air National Guard).

Considerado essencial durante um conflito moderno, o EC-130 é o único avião das forças armadas dos EUA capaz de destruir a alma e o coração dos inimigos sem precisar disparar uma única bala ou mesmo evitando o combate por outros meios, forçando a rendição do inimigo.

Veja mais: O massacre do Harrier na Guerra das Malvinas

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
17 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
ronald
ronald
5 anos atrás

Show ainda bem que restam algumas reportagens boas na uol..

Dino Godinho
Dino Godinho
5 anos atrás

Boa Tarde, a invasão a Granada ocorreu em 1983 e não em 1989 como publicado na reportagem. Na data de 1989 foi a invasão americana ao Panamá.

Ciccero klima
Ciccero klima
5 anos atrás

Acho que a mídia ocidental fala muito do EUA; esse país já foi poderoso soberanamente hoje há Rússia e China que tem estratégias militares tão espetaculares que o Tio Sam; detalhe…eles não fazem propaganda das suas fortalezas.

Fernando Filho
Fernando Filho
5 anos atrás

SONHAR NÃO CUSTA NADA, MAS COMO EU GOSTARIA DE PILOTAR UM “HÉRCULES C-130″….TREMENDA MÁQUINA QUE NÃO DEVERIA SER UTILIZADA EM GUERRAS, DADAS AS SUAS CARACTERÍSTICAS MUITO MAIS VOLTADAS PARA AUXÍLIO HUMANITÁRIO.

Renan
Renan
5 anos atrás

Muito boa matéria! Desconhecia a existência de uma aeronave com essa função.

Paulo C Paizante
Paulo C Paizante
5 anos atrás

To com meda!

Leandro
Leandro
5 anos atrás

esse negócio de invadiu a frequência dos rádios, isso e coisa do passado, aqui perto de casa tem um rádio pirata, sempre invade a frequência da radio fm

Zirineu
Zirineu
5 anos atrás

CICCERO KLIMA esse papinho furado de esquerdinha não cola mais

Chatonildo
Chatonildo
5 anos atrás

Ciccero

Vc que pensa. È que não fazem isso em português.

O Putin turbinou a propaganda, só não é maior porque a Russia tá em dificuldades economicas. Mas na década de 90, diria que vc estaria com a razão. Hoje, nem tanto.

China, a propaganda é dirigida. Mas tem e muita. Só não somos foco. Ou não éramos, já que talvez eles façam a primeira venda de caças chineses no continente para a Argentina.

Putin
Putin
5 anos atrás

Cachorro que muito late quer mostrar que é bravo, mas é só bater o pé que ele corre.

alec
5 anos atrás

penso que os u.s.a ainda estao muito longe dos demais militarmente;e continuarao adar as cartas ,sem falar de sua influencia dipomatica.realmente e de impressionar

Luis Carlos P Machado
Luis Carlos P Machado
5 anos atrás

Eis o eventual responsável pela “Noite Oficial dos Óvnis” ocorrida em 1986 nos céus da região Sudeste do Brasil.

ernesto freire pichler
ernesto freire pichler
5 anos atrás

Os bandidos são realmente sofisticados!

CRISTIANO
CRISTIANO
5 anos atrás

EU TAMBÉM QUERO UM, VOU COMPRAR UM PRA TIRAR CAPIM PRAS VACAS DE PAPAI LÁ EM JAPARANDUBA, EM PALMARES-PE. IMAGINE EU COM 50 FEIXOS DE CAPIM PARAGUAI, TEM UM PELO DA GOTA, É SÓ COLOCÁ-LOS DENTRO DO AVIÃO E AFUNDAR O PÉ, TÔ NA BÔA, OP´S, QUANTO SERÁ QUE CUSTA UM BICHO DESSES? ALGUÉM SABE. OU É SÓ PRA AMERICANOS…

Candangodf
Candangodf
5 anos atrás

No atual estágio da guerra em que nos encontramos, não conseguirão nem levantar…. Só em cachorro morto que podem ser utilizados…

Norival
Norival
5 anos atrás

É por idolatrarem os americanos que o povo brasileiro vem se perdendo dia após dia. Nossos governantes entregando nosso país “fatia por fatia” para que os americanos assumam o poder e nos escravizem “às claras”. Com essa mania de todo poderoso, se acham no direito de invadirem qualquer país, interferindo em qualquer sistema de governo, visando “única e exclusivamente” seu bem-estar e que se f….os outros povos. Adora, diante da Rússia e da China, são obrigados a “falar fino e fedorento”. Fora Yankes. Cada povo (maioria) tem o direito de eleger seus governantes e seu sistema de governo. Este povo que escravizou os índios e praticaram aquela chacina. guerreando sempre para manterem suas empresas bélicas, a custa de muitas vidas dos pavos mais pobres.

MARCIO LIRA
MARCIO LIRA
5 anos atrás

C-130: versatilidade inigualável!

Previous Post
O "jatão" chinês deve voar somente em 2021, prevê a fabricante (COMAC)

China e Rússia vão construir jato comercial de grande porte

Next Post
O caça conceitual da Boeing tem elementos típicos dos chamados "aviões invisíveis" (Boeing)

Boeing apresenta conceito de caça futurista

Related Posts
Total
0
Share