Embraer aprova reabastecimento em voo entre dois KC-390 Millennium

Fabricante anuncia a conclusão bem-sucedida da qualificação de reabastecimento em voo entre dois KC-390, comprovando a nova capacidade da aeronave

A Embraer anunciou nesta quinta-feira (1) a conclusão bem-sucedida da qualificação de reabastecimento em voo (REVO) entre dois KC-390 Millennium, comprovando, para a Força Aérea Brasileira (FAB), a nova capacidade da aeronave.

As avaliações com as duas aeronaves foram conduzidas na unidade da Embraer em Gavião Peixoto (SP), com participação de pilotos e engenheiros da FAB.

Todos os 28 modelos KC-390 encomendados pela FAB poderão ser equipados com os kits de REVO, que inclui dois pods nas asas com mangueiras e a sonda de transferência e três tanques auxiliares no compartimento de carga com capacidade para até 12 toneladas de combustível.

Segundo dados da Embraer, o KC-390 pode realizar operações de reabastecimento aéreo em velocidades de 220 km/h e 560 km/h, entre 610 metros e 9.750 m de altitude, com a possibilidade de transferir combustível para caças, cargueiros e até helicópteros.

Durante os voos de reabastecimento, o KC-390 pode transferir cerca 1.500 litros de combustível por minuto para outras aeronaves. Nesse ritmo é possível completar os tanques internos dos caças F-5M e do A-1M da FAB em menos de dois minutos.

A qualificação para operações REVO é uma das etapas no programa de desenvolvimento do KC-390, conduzido pela Embraer em parceria com a FAB. Por se tratar de um avião militar com múltiplas funções, o novo cargueiro ainda precisa da certificação FOC (do inglês Final Operational Capability), que atesta as capacidades da aeronave de acordo com os requisitos do operador.

Todos os 28 jatos KC-390 encomendados pela FAB poderão executar missões REVO (Embraer)

Além de avalizar o desempenho da aeronave, o FOC é uma certificação importante para consolidar um novo equipamento, que deixa de ser um projeto em desenvolvimento e se transforma num produto de prateleira aprovado para o uso militar.

Recentemente, a frota de quatro aeronaves operada pela FAB superou as 2.400 horas de voo em operações, sendo usada extensivamente nas operações de combate à Covid-19 no Brasil. Além da FAB, a aeronave foi encomendada pelas Forças Aéreas de Portugal e da Hungria.

Veja mais: Conheça as variadas divisões da Embraer

Total
129
Shares
Previous Post
P-8 da Marinha dos EUA lançando um torpedo de busca submarina (US Navy)

Marinha dos EUA encomenda mais 11 aeronaves Boeing P-8A por US$ 1,6 bilhão

Next Post
Embraer E190 - EGO Airways

Nova companhia aérea italiana Ego Airways inicia operações com jato da Embraer

Related Posts