Embraer chega à 1.500 jatos executivos entregues

Aeronave número 1.500 é um Phenom 300E, que foi entregue à to Haute Aviation, da Suíça
O 1.500º jato executivo da Embraer é um Phenom 300E (Embraer)

Perto de completar 20 anos desde a primeira entrega de um Legacy, a Embraer atingiu a impressionante marca de 1.500 jatos de negócios entregues na semana passada.

A aeronave 1.500º é um Phenom 300E, seu modelo de maior sucesso atualmente e que é o jato leve mais vendido da categoria há nove anos.

A cliente que recebeu o Phenom 300E comemorativo é a suíça Haute Aviation, que atua no fretamento, revenda e gestão de aeronaves.

“É uma grande satisfação anunciar a entrega do 1.500º jato executivo da Embraer. Esta entrega histórica à Haute Aviation reflete nosso compromisso em oferecer a melhor experiência em aviação executiva”, disse Michael Amalfitano, presidente e CEO da Embraer Aviação Executiva.

O Phenom 300E é uma variante aprimorada do jato original, capaz de voar por 3.724 km sem escala, o que permite que a Haute possa voar para toda a Europa.

“Para a Haute Aviation, o novo Phenom 300E é o melhor produto do mercado para completar a nossa frota. Acreditamos que uma aeronave a jato bimotor irá agradar aos nossos passageiros que preferem não voar em uma aeronave monomotor, oferecendo alto desempenho sem comprometer o alcance e a capacidade de carga útil”, afirmou Catherine Tamagni, chefe de Marketing e Comunicação da Haute Aviation.

Segundo a Embraer, os jatos executivos da fabricante são utilizados por 950 clientes globalmente. Em 2020, um em cada quatro jatos de pequeno e médio porte foi um Phenom ou um Praetor.

A estreia da Embraer no segmento de negócios ocorreu em 2002, um ano após o primeiro Legacy realizar seu voo inaugural. Derivado do jato regional ERJ 145, a aeronave de média capacidade se diferenciava sobretudo pela capacidade extra de combustível.

Apesar das vendas significativas, o primeiro Legacy não se igualava em desempenho e capacidade a outros modelos da época por não ter sido concebido originalmente como um jato executivo.

O Legacy 600 pode ser configurado para transportar até 15 ocupantes (Embraer)
O Legacy foi o primeiro jato executivo da empresa, adaptado do avião regional ERJ 145 (Embraer)

Tempos depois, a Embraer passou a desenvolver aeronaves exclusivas para a aviação executiva como os Phenom e a segunda geração do Legacy, logo substituída pelo Praetor, modelos que levaram a empresa a um desempenho de vendas tão impressionante.

Segundo a fabricante, a média para atingir esse volume de entregas no mercado é de 34 anos, ou seja, a Embraer levou cerca de 15 anos a menos, um claro sinal de sucesso.

Total
47
Shares
Previous Post

Primeiro A220-300 da Iraqi Airways é revelado

Next Post

Primeiro jato comercial MC-21 deve ser entregue no 2º semestre de 2022

Related Posts