Embraer recebe pedido bilionário da United Airlines

Companhia aérea norte-americana encomenda 24 jatos E175 por US$ 1 bilhão
Os jatos da Embraer já com a divisão United Express, de voos regionais (Embraer)
Os jatos da Embraer já com a divisão United Express, de voos regionais (Embraer)
Os jatos da Embraer já com a divisão United Express, de voos regionais (Embraer)
Os jatos da Embraer já com a divisão United Express, de voos regionais (Embraer)

A Embraer anunciou nessa terça-feira (15) a assinatura de um contrato com companhia United Airlines, dos Estados Unidos, para a venda 24 jatos E175. A negociação é uma transferência: as aeronaves haviam sido encomendadas pela Republic Airways, que entrou com pedido de concordata em fevereiro deste ano, nos EUA.

Como divulgou a fabricante, as aeronaves serão entregues a partir de 2017. O contrato com a empresa americana é avaliado em US$ 1,08 bilhão, a preço de lista das aeronaves. O E175 pode transportar até 88 passageiros.

A companhia já utiliza os jatos da fabricante brasileira na divisão United Express, de voos regionais no mercado norte-americano – a divisão ainda engloba outras nove marcas, entre elas a Republic Airways. A empresa opera os jatos ERJ-135, ERJ-145, E170 e E175.

Campeão de vendas

A Embraer é líder mundial no mercado de jatos comerciais com até 130 assentos, com mais de 1.200 aeronaves em operação pelo mundo todo. Os aviões da empresa brasileira são tradicionalmente aplicados em rotas domésticas de baixa e média demanda de passageiros, conhecida como aviação regional.

Veja mais: Protótipo de jato comercial supersônico é apresentado nos EUA

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rafael Soares
Rafael Soares
5 anos atrás

Campeão de vendas

A Embraer é líder mundial no mercado de jatos comerciais com até 130 assentos, com mais de 1.200 aeronaves em operação pelo mundo todo. Os aviões da empresa brasileira são tradicionalmente aplicados em rotas domésticas de baixa e média demanda de passageiros, conhecida como aviação regional.

Engraçado que as Cias áreas brasileiras pouco usam os jatos da Embraer. A utilização é proxima da insignificância.

Em Cracóvia, já voei pela Air Berlim em um Embraer, que diga-se de passagem, é muito confortável e um avião bem distribuído.

No Brasil, ainda não tive a sorte de voar em um Embraer.

Danir
5 anos atrás

Uma coisa que não ficou claro: Este é um novo pedido, ou a reabilitação de um pedido que seria perdido já que a contratante original estava falindo? Na verdade o pedido foi feito pela Republic que está em estado concordatário ou pre falimentar. Me parece uma forçação de barra para agitar o mercado. A Embraer não precisa disto.

Julio Cordeiro
Julio Cordeiro
5 anos atrás

Voei num E175 semana passada, entre Seattle e Los Angeles. Como era um voo de aproximadamente 3 horas, houve um certo desconforto, o avião é mais apropriado para distâncias mais curtas. Além disto, o assento da United é tão fino e duro que foi duro de aguentar. Apesar de tudo, um avião silencioso, que em nada fica a dever aos demais que utilizei em outros trechos (B777-200, B767-300, B757-300 e B757-200).

Daniel Santos
Daniel Santos
5 anos atrás

Rafael, aqui no Brasil já voei em aviões da Embraer pela Azul. Até hoje não vi em outra aérea. Pelo menos nas rotas que eu fazia.

Julio Cordeiro
Julio Cordeiro
5 anos atrás

Vale ressaltar que gostava muito do E145, que a Passaredo operava – extremamente confortável, silencioso, e bastante rápido – imagino que do ponto de vista financeiro o ATR-72 deva ser mais eficiente, porém para o passageiro não foi boa troca: pouco espaço, lento, cadeiras duras de doer!

Luciano Santana
Luciano Santana
5 anos atrás

Quem bom que essas versões do E1 ainda estão tendo saída no mercado externo. Com o anuncio do E-2 eu esperaria para comprar a nova versão que deve corrigir todos os problemas crônicos da versão antiga, dos quais varias empresas vivem reclamando. Porem se não estou enganado versão E-2 do 175 so deve começar a ser entregue em meados de 2018… e certamente muitas empresas nao podem esperar ate la!!

Previous Post
O protótipo XB-1 será utilizado em testes aerodinâmicos e de propulsão (Boom Technology)

Protótipo de jato comercial supersônico é apresentado nos EUA

Next Post
O novo simulador da FAB também pode ser usado por forças armadas "amigas" (FAB)

FAB aciona novo simulador de voo do C-105 Amazonas

Related Posts