FAB e Avibras firmam parceria para desenvolver míssil de longo alcance

Aeronáutica participará do desenvolvimento conceitual do míssil de cruzeiro MICLA-BR, projetado para atacar alvos a 300 km de distância
Míssil MICLA BR
(FAB)
Míssil MICLA BR
O Brasil será em breve um dos poucos países que projetam e constroem mísseis de longo alcance (FAB)

A Força Aérea Brasileira (FAB) e a Avibras Indústria Aeroespacial assinaram, na segunda-feira (23), um Memorando de Entendimentos para formalizar a intenção de desenvolver mísseis de cruzeiro de longo alcance no Brasil.

Comandante da Aeronáutica, o Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez disse que a contribuição da FAB no projeto será na área de desenvolvimento conceitual do armamento. “É um momento marcante para a Força Aérea, uma vez que este documento sintetiza tudo que foi pensado e discutido e, agora, estamos dando os primeiros passos para colocar em prática.”

O projeto citado pelo Tenente-Brigadeiro Bermudez é o MICLA-BR (Míssil de Longo Alcance), um míssil aerotransportado de ataque estratégico com alcance de 300 km. O artefato será impulsionado por motor a reação e orientado por GPS, sensores infravermelho e radar. No futuro, o armamento poderá ser empregado nos novos caças Gripen E/F da FAB.

O MICLA é uma variante do sistema AV-TM 300 “Matador”, míssil tático lançado a partir de plataformas terrestres que está sendo desenvolvido pela Avibras em parceria com o Exército Brasileiro, que deve receber as primeiras unidades até 2022.

“Os benefícios a serem gerados com esta iniciativa vão além do incremento na capacidade de defesa de nossa nação, pois contribuirá para o fomento da Base Industrial de Defesa, gerando empregos, evolução tecnológica, e até mesmo divisas por meio da possibilidade de exportação de produtos tecnológicos de alto valor agregado”, salientou a FAB em comunicado.

O MICLA será uma variante do AV-TM 300, desenvolvido pelo Exército Brasileiro e a Avibras (Divulgação)

Atualmente, somente 15 países detém o conhecimento para produzir mísseis de longo alcance. São eles: EUA, Rússia, China, Japão, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Índia, Reino Unido, França, Itália, Suécia, Noruega, Israel, Irã e Paquistão.

O MICLA-BR é um dos 18 projetos estratégicos apresentados no plano Visão Força Aérea 100 da Aeronáutica e que devem ser concluídos até 2041, ano em que será celebrado o centenário da FAB.

Veja mais: KC-390 é flagrado reabastecendo outro KC-390 em voo

Total
1K
Shares
Previous Post
O 737 da Alaska foi abastecido com uma mistura de biocombustível e querosene convencional (Divulgação)

Alaska Airlines trocará 10 A320 por 13 novos 737 MAX 9

Next Post
Texas Colt 100

Akaer participa do projeto do primeiro avião comercial elétrico do Brasil

Related Posts