Gol e Latam arrematam slots da Avianca Brasil

Companhias compraram cinco das sete UPIs ofertadas pela companhia em recuperação judicial
Avianca voa entre Bogotá e Chicago com um A319 para 120 passageiros (Avianca)
A Avianca está em processo de recuperação judicial desde dezembro do ano passado (Avianca)

A Avianca Brasil leiloou nesta quarta-feira (10) parte de seus ativos e slots (horários de pousos e decolagens), que foram divididos em sete Unidades Produtivas Isoladas (UPIs) e arrematados pelas companhias Gol e Latam. A Azul, que estava habilitada para participar do leilão, ficou de fora do pregão.

O leilão das UPIs da Avianca estava suspenso desde 5 de maio, após uma liminar emitida pelo relator do caso, o desembargador Ricardo Negrão. O certame de hoje foi realizado sem nenhum impendimento, mesmo com a Justiça de São Paulo tendo autorizado a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) a redistribuição dos slots que eram utilizados pela companhia em processo de recuperação judicial.

Ainda existe a possibilidade do resultado do leilão ser suspenso. A Justiça ainda discute se a Avianca pode incluir ou não os slots como ativos e, então, vendê-los. Por lei, somente a ANAC pode realizar a distribuição de horários de pousos e decolagens em aeroportos.

Das sete UPIs leiloadas pela Avianca, seis delas contemplam basicamente às autorizações de voos e direitos de uso de slots nos aeroportos de Congonhas (CGH), Guarulhos (GRU) e Santos Dumont (SDU). A outra UPI corresponde ao programa de fidelidade da Avianca, o Amigo.

Recuperação judicial

A Avianca Brasil entrou em processo de recuperação judicial em dezembro de 2018. Desde então, a empresa cancelou uma série de voos e devolveu quase todas as aeronaves da frota, em cumprimento a decisões judiciais. No dia 24 de maio, a ANAC suspendeu cautelarmente todas as operações da companhia alegando falta de segurança.

Leilão

A Gol foi a companhia que mais arrematou UPIs da Avianca. A empresa comprou as UPI A (por US$ 70 milhões, utilizando abatimento com créditos prioritários por empréstimos à Avianca), D (US$ 10 mil, utilizando créditos prioritários) e E (US$ 7,3 milhões), que juntas incluem 20 slots em GRU, 20 no SDU e 26 em CGH.

A Latam, por sua vez, comprou as UPIs B e C, por US$ 70 milhões (utilizando abatimento com créditos prioritários) e US$ 10 mil, respectivamente. Essas divisões contém ao todo 32 slots em GRU, 14 no SDU e 21 em CGH.

A UPI F, com 23 slots em CGH, e a UPI programa Amigo não receberam lances.

Veja mais: Companhia árabe troca encomenda de 737 MAX por jatos A320neo

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Valdemar Aprígio de Oliveira

Como assim, arrematou, comprou, se slots não podem serem vendidos. Não dá para entender, sinceramente.
Que negócio sujo.

Previous Post
O A380 tem autonomia para voar cerca de 15.000 km (Airbus)

Por risco de rachaduras nas asas, EASA ordena inspeção no A380

Next Post

Para abrir espaço para o E190-E2, Helvetic Airways vende seus Fokker 100

Related Posts
Total
0
Share