LATAM irá introduzir o Airbus A350-900XWB no voo para Joanesburgo

Rota entre o Brasil e a África do Sul, que hoje é realizada com o Boeing 767-300, ganhará frequências com o novo jato em agosto
Brian Bukowski
Airbus A350 da LATAM: de 27 pedidos restaram 15 aviões (Brian Bukowski)
Brian Bukowski
Airbus A350-900 da LATAM: nova rota para a África do Sul (Brian Bukowski)

Jato intercontinental mais moderno da LATAM Brasil, o A350-900XWB deve ganhar um novo destino a partir de agosto – hoje o avião é usado sobretudo para Nova York e Paris. A companhia aérea irá introduzir o modelo no voo entre São Paulo (Guarulhos) e Joanesburgo, na África do Sul, a partir de agosto. Hoje o voo entre as duas cidades é realizado com o Boeing 767-300, base da frota internacional da empresa.

Segundo o site Routesonline, a alteração passará a valer no dia 1º de agosto nos voos LA8058 e LA 8059 que decolam às 7h30 (GRU) e 12h15 (Joanesburgo). A LATAM voa para a maior cidade sul-africana cinco vezes por semana, mas chegou a tornar o voo diário desde o ano passado.

Com a mudança de aeronave, a oferta semanal de assentos crescerá de maneira significativa: serão 1.740 lugares em cada direção, 36% a mais do que atualmente e mesmo superior ao voo diário com o Boeing 767. A LATAM retomou o recebimento dos A350 no ano passado e hoje conta com nove unidades em sua frota além de outras duas encomendadas.

Remodelação

A mudança coincide com um momento em que a LATAM decidiu suspender parte das suas rotas internacionais por motivos variados, entre eles o excesso de oferta em algumas regiões como a Europa. Por essa razão, a companhia desistiu de voar para Munique, na Alemanha. Mas até mesmo a crise econômica argentina fez “vítimas”: o voo entre São Paulo e Santa Fe foi cancelado pela pequena demanda.

Em entrevista ao portal Pan Rotas, o presidente da LATAM Brasil, Jerome Cardier, também lamentou as regras que têm imposto aos 767 possuírem o chamado “sarcófago”, área para descanso da tripulação em voos mais longos. Com isso, o jato da Boeing seria inviável economicamente por perder parte dos assentos.

Por outro lado, Cardier confirmou que a remodelação dos interiores dos aviões será iniciada nos próximos meses. Os jatos A320 e A321 receberão novas poltronas e acabamento enquanto os widebody Boeing 777, que ainda mantém um layout herdado da TAM, serão reconfigurados um a um até o início de 2020.

Boeing 777-300ER da LATAM: reforma interna começa nas próximas semanas (Reprodução/Twitter)

Veja também: LATAM anuncia novo voo para Bolívia

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius
Vinicius
3 anos atrás

Qual o ETOPS dessa aeronave? Será que agora eles vão conseguir fazer o voo no mesmo tempo do da South African? O B767 da LATAM chega a gastar 2 horas a mais que o A330 da SAA.

Previous Post
A frota da MAP conta com cinco aeronaves: são três ATR 42 e dois ATR 72 (ATR)

Gol anuncia compartilhamento de voos com a MAP Linhas Aéreas

Next Post
O KC-390 é projetado para transportar até 26 toneladas de carga, capacidade superior a do Hercules (FAB)

Embraer aceitou vender KC-390 para Portugal com “desconto”, aponta jornal

Related Posts
Total
0
Share