Braço argentino da JetSmart é autorizado a operar no Brasil

Companhia aérea recebeu autorização da ANAC para operar a partir do Brasil; primeira rota, com destino na Argentina, tem início programado para dezembro
Airbus A320 da JetSMART (Divulgação)

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou nesta quinta-feira (10) que autorizou a JetSmart Airlines S.A, braço argentino da companhia chilena de baixo custo, a iniciar operações regulares internacionais no Brasil. Segundo a ANAC, a empresa deve começar suas atividades no país a partir de dezembro.

A entrada da filial argentina da JetSmart no Brasil foi facilitada por meio da Lei do Voo Simples, em vigor desde junho deste ano e que simplifica os processos de autorização para operações de empresas aéreas que desejam se instalar no mercado brasileiro.

Como explica a ANAC, “caso uma empresa pretenda realizar operações para e a partir do Brasil, basta registrar seus atos na Junta Comercial do local onde pretende se estabelecer e dar entrada no pedido de autorização para operar, procedimentos que podem ser realizados em paralelo, permitindo uma grande redução no prazo para que uma empresa possa iniciar suas operações e, consequentemente, comercializar bilhetes de passagem”.

Antes da nova regulamentação, o processo de concessão de autorização para uma empresa aérea operar no Brasil levava mais de 200 dias. Com as novas regras, esse tempo foi reduzido para aproximadamente 30 dias.

Empresa em expansão

Fundada há pouco mais de cinco anos, a JetSmart vem conquistando importantes espaços no mercado aéreo da América do Sul. Além da base original no Chile e futuramente no Brasil, a empresa também possui representações na Argentina e no Peru.

A frota de aeronaves do grupo é composta atualmente por 19 aeronaves Airbus A320, A320neo e A321neo. Mas esse é só o começo: a JetSmart ainda vai receber mais 73 aeronaves do grupo europeu, incluindo 14 jatos A321XLR de longo alcance, que tem estreia prevista para 2024.

A JetSmart também é uma das raras empresas que ousou desafiar o domínio da Aerolíneas Argentinas no mercado argentino. Em 2019, o grupo chileno assumiu o comando da também low cost Norwegian Air Argentina, a ex-divisão local da Norwegian Air, da Noruega.

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post

Embraer negocia com empresas da Índia para produzir novo turboélice

Next Post

Silk Way, do Azerbaijão, vai operar o Boeing 777-8F junto do A350F

Related Posts
Total
0
Share