Lufthansa aluga quatro A350-900 para dar conta da demanda

Jatos de longo alcance entrarão em serviço no primeiro trimestre de 2022 e farão frota do modelo chegar a 21 aviões
Airbus A350-900 da Lufthansa (Lufthansa)

A Lufthansa decidiu ampliar a frota de jatos de longo alcance Airbus A350-900 de forma antecipada. Além de possuir pedidos de aeronaves novas junto ao fabricante, a companhia aérea alemã anunciou o leasing de mais quatro aviões nesta segunda-feira (4).

Os A350-900 entrarão em operação já no primeiro trimestre de 2022, elevando o total de aeronaves do tipo para 21 unidades. Os jatos serão fornecidos pelas empresas Avolon, SMBC e Goshawk.

“O Airbus A350 é uma das aeronaves mais modernas do nosso tempo. Extremamente eficiente em termos de combustível, muito silencioso e muito mais econômico do que seus antecessores. Nossos clientes apreciam não apenas a sustentabilidade, mas também a experiência de voo premium com esta aeronave. Os contratos de arrendamento nos permitem manter a flexibilidade no planejamento da frota e tirar o máximo partido das excepcionais oportunidades de mercado”, afirmou Detlef Kayser, Membro do Conselho Executivo da Deutsche Lufthansa AG.

A Lufthansa possui uma encomenda de 45 A350-900 junto à Airbus dos quais 17 já foram entregues. Em maio, a companhia ampliou o pedido em cinco aeronaves a fim de acelerar a renovação da frota.

Ao mesmo tempo em que amplia o número de A350, que consome apenas 2.5 litros de querosene por passageiro a cada 100 km, a Lufthansa enviou seu último A380 para armazenamento em Teruel, na Espanha.

Mas enquanto aguarda a entrega de outros A350 e também do Boeing 787-9, outra aeronave de nova geração, a empresa está reativando seus jatos Boeing 747-400 e Airbus A340-600 para suprir a demanda crescente.

Total
56
Shares
Previous Post

SAS deve passar a operar o Embraer E195 em nova subsidiária

Next Post

E195-E2 e A220 disputam pedido da australiana Qantas

Related Posts