Nova regional da Lufthansa tem estreia marcada enquanto escolhe entre o Embraer E2 e o A220

City Airlines começará a voar no início do segundo semestre de 2024 com aeronaves Airbus A319 a partir de Munique e Frankfurt
Esquema de pintura da City Airlines, regional do grupo Lufthansa

A City Airlines, nova companhia aérea regional do Grupo Lufthansa, teve sua estreia em serviço confirmada para o verão no hemisfério norte, ou seja, entre junho e setembro de 2024.

A transportadora teve o layout dos seus aviões revelado nesta quarta-feira (25), exibindo a mesma pintura da Lufthansa, porém, com o acréscimo do termo “City” num tom de azul mais claro.

Assim como em outras subsidiárias, há também a inscrição “Membro do Grupo Lufthansa” aplicada à fuselagem.

A nova companhia aérea, que foi fundada em 2022 e recebeu seu Certificado de Operador Aéreo (AOC) da Autoridade Federal de Aviação Alemã em junho, dará início ao recrutamento de pessoal operacional no mês que vem, focado em pilotos e tripulantes de cabine.

Os voos serão operados a partir dos hubs de Munique e Frankfurt como alimentadores da Lufthansa. A City também terá sinergia com a Lufthansa CityLine, explicou a empresa.

Em comunicado, o grupo afirmou a necessidade de fortalecer sua competitividade em rotas de curta duração. Embora não cite textualmente, os principais concorrentes são as empresas aéreas de baixo custo que voam na Europa.

Airbus A220 da Swiss (Divulgação)

A Lufthansa também deixou no ar a intenção de migrar pilotos do grupo para a nova empresa, cujos salários e benefícios deverão ser menores do que das companhias aéreas em operação hoje.

“Para os colaboradores do Grupo interessados ​​em mudar para City Airlines, podem ser negociadas ofertas com condições de mudança voluntária. Isto inclui, em particular, o pessoal da Lufthansa CityLine”, diz o texto.

Siga o AIRWAY nas redes: Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

A CityLine possui um acordo com sindicatos que impede que ela opere aeronaves com mais de 75 assentos a partir de 2026, o que deve colocar seu futuro em risco.

“Com a City Airlines, queremos criar perspectivas para as próximas décadas e garantir empregos sustentáveis ​​na Alemanha. Esta é a única maneira de crescermos e fortalecermos de forma sustentável os hubs em Munique e Frankfurt”, disse Jens Fehlinger, Diretor Geral da City Airlines.

E195-E2 (Embraer)

Frota indefinida

A City Airlines começará a voar com aeronaves Airbus A319 repassadas por outras empresas do grupo. O plano, no entanto, é contar com uma frota de jatos mais modernos.

A Lufthansa confirmou que avalia tanto o Airbus A220, atualmente em operação na Swiss, quanto o Embraer E2, nova geração dos E-Jets que estão em serviço em algumas das suas subsidiárias.

A expectativa é que sejam encomendados ao menos 40 jatos, segundo revelou o CEO do grupo, Carsten Spohr.

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post

Airbus lança seu novo modelo, um navio com velas futuristas

Next Post

Bombardeiro nuclear B-21 Raider já está ‘passeando’ pelas pistas da fábrica antes de voo inaugural

Related Posts
Total
0
Share