Peru e Ucrânia se desentendem sobre entrega de rival do Embraer KC-390

Nação sul-americana encomendou uma aeronave AN-178, da Antonov, mas que ainda não está pronta. Ucranianos afirmam que não receberam qualquer quantia prevista no contrato de US$ 64 milhões
O AN-178 foi desenvolvido em pouco mais de três anos (foto - Antonov)
O AN-178 foi desenvolvido em pouco mais de três anos (foto – Antonov)

Afundada em dívidas, a Antonov possui atualmente apenas um cliente fora da Ucrânia, a Polícia Nacional do Peru, que encomendou uma única aeronave de transporte militar An-178 em 2019.

Mas até mesmo esse contrato corre o risco de ser interrompido. Segundo a controladoria do governo peruano, o acordo entre o Ministério do Interior do país com a Spetstechnoexport, empresa de exportação da Ucrânia, pode resultar num prejuízo de US$ 64 milhões.

O acordo previa a entrega do jato no final deste ano, mas a Antonov ainda não concluiu sua montagem dentro do prazo. Por conta disso, o contrato teria expirado, obrigando as partes a renegociarem seus termos.

Em 21 de dezembro, no entanto, Spetstechnoexport divulgou um comunicado em que contesta as alegações peruanas. De acordo com a estatal ucraniana, o governo peruano até o momento não realizou qualquer pagamento do contrato.

O An-178 do Peru sendo montado em Kiev (Antonov)

“Até o momento o contrato é válido, mas devido à falta de financiamento do cliente – o Ministério de Assuntos Internos da República do Peru – está sendo executado com atraso. Ao mesmo tempo, a solução do problema de financiamento não depende do lado ucraniano A questão mencionada está relacionada com a não aceitação da garantia bancária por parte de bancos estatais e privados do Peru. Justamente por isso é uma circunstância complicadora que altera significativamente o equilíbrio das obrigações contratuais”, disse a Spetstechnoexport.

Ainda de acordo com a empresa, a produção do único An-178 está sendo feita às custas do governo do país. Em 2020, a Antonov chegou a divulgar imagens da aeronave na linha de montagem em Kiev.

O AN-178 é um jato bimotor com capacidade para transportar 18 toneladas de carga em distâncias de até 5.500 km a uma velocidade de 825 km/h. Ou seja, é um rival direto do KC-390 Millennium, da Embraer, que foi selecionado por três países até agora – Brasil, Portugal e Hungria. Além do Peru, o governo da Ucrânia encomendou três aeronaves no ano passado.

Total
24
Shares
4.8 6 votes
Article Rating
25 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Daniel
Daniel
4 meses atrás

No subtítulo você chama o Peru de “nação sul-americana”. Não existe “nação sul-americana”. Existe nação americana. Chamar o Peru de país “sul-americano” seria o mesmo que chamar a Bélgica, um país da Europa Ocidental de “nação ocidental-europeia” ou Uganda, país da África Subsaariana de “nação subsaariana-africana”. Não faz o menor sentido. Os países são americanos, europeus e africanos.

Renato Souza
Renato Souza
4 meses atrás

Daniel, o continente Americano ou a América, é comumente dividido em 3 zonas, a do norte, a central e a do sul. Portanto, dizer que o Peru é um nação sul-americana está correto.

GRYC
GRYC
4 meses atrás

Será que ninguém percebeu que esse projeto foi roubado da Embraer?

Manoel
Manoel
4 meses atrás

Concordo com vc Daniel
Somos todos americanos, pois estamos em qual continente?!!
Chega de menosprezar as nossas pátria , que esta fora do eixo Canadá/estados unidos

Adilson Pavao
Adilson Pavao
4 meses atrás

Daniel, se você observar o mapa mundi, perceberá que existem três designações para o continente americano, América do Norte, Central e do Sul, isso porém não acontece com a Europa e África que você usou como exemplo.

Américo
Américo
4 meses atrás

É correto usar o termo nação sul-americana! Apenas e uma divisão polica e geográfica e não há nenhum desmerecimento nisto.

Douglas
Douglas
4 meses atrás

Parece que alguém andou matando as aulas de geografia.

Marco Montanari
Marco Montanari
4 meses atrás

Se a Ucrânia não tomar cuidado, vai levar um cano do Perú. O Perú quer comprar, mas não quer pagar. Quer moleza, mastiga água.

Marcos
Marcos
4 meses atrás

É uma bela aeronave, e se assemelha ao kc390 esteticamente. Talvez essa situação resulte em mais um país comprando o Embraer. Tomara!!

Marcelo Couto
Marcelo Couto
4 meses atrás

Eu quando estava no ginásio em 1974, nas aulas de geografia aprendi que as Américas se dividiam em América do Norte, Central e do Sul. Se mudou foi esse ano.

Beto
Beto
4 meses atrás

Como o avião não ficou pronto a tempo, então a negociação do Peru broxou rsrsrs

Viktor
Viktor
4 meses atrás

Na Verdade a Antonov já tem muita experiência na área da aviação, quando falam que pegaram o projeto da Embraer duvido muito , pois nunca vi nenhum Embraer parecido com os antonov (AN225 já existem a anos e nenhum outro avião no mundo é parecido com ele)temos que parar de desmerecer as outras nações e saber respeitar as diferenças, vamos parar de imitar modinhas de americanos e olhar pra frente , mais fácil eles copiarem a gente do que os ucranianos.

Viktor
Viktor
4 meses atrás

Sobre o Peru ser uma Nação Sul-americana é óbvio que está certo, veja o mapa que o continente americano é dividido em 3 América no norte , America central e America do sul , portanto o perú é uma nação Sul-americana sim. Tá vendo infelizmente te nos Brasileiros sabemos muito reparar os outros e não reparamos nossos próprios erros principalmente na educação. Sobre a semelhança da aeronave parece mais com a Airbus do que Antonov . Kkkkk

Luiz Henrique Lopes
Luiz Henrique Lopes
4 meses atrás

Me parece que mudou depois das aulas em online, até onde eu sabia o continente é americano, mas subdividido em 3: Norte, Sul e Central.

Thiago
Thiago
4 meses atrás

Resumindo… O peru quer dar calote!

Sílvio França
Sílvio França
4 meses atrás

Show de Bola, Daniel. Aqui é a América!

Sílvio França
Sílvio França
4 meses atrás

Se referir ao “país norte-americano” sem dizer qual é ele (porque há 3 deles, México, Estados Unidos e Canadá), é o mesmo que falar do país europeu, sem citar o nome, ninguém vai saber qual é. Americano é todo aquele nascido na América. Quem nasce nos Estados Unidos é estadunidense, embora também não deixe de ser americano, pois como os demais, está tbm na América.

Robson
Robson
4 meses atrás

O nosso é superior, transporta 23T, e ainda tem como fazer manutenção.

LAURO ALBINO GRANZOTTO CLAUDINO DOS SANTOS
LAURO ALBINO GRANZOTTO CLAUDINO DOS SANTOS
4 meses atrás

É um país da América do Sul. Sim uma nação soberana até a eleição. Agora passou ser uma puto-democracia..

Maurelio
Maurelio
4 meses atrás

Seguindo o raciocínio do Daniel,
considerar o Canadá um país localizado na América do Norte é errado! Kkkkkkkkk

Davi Sales
4 meses atrás

A America do Sul é efetivamente um continente e a do Norte outro. A ligação entre esses continentes praticamente inexiste. A comparação seria entre Europa e Ásia, que são dois continentes muito mais unidos, até mesmo a África é mais conectada à Euroasia que as Américas.

Daniel
Daniel
4 meses atrás

Eu entendo que existam as regiões América do Sul e América do Norte, mas também existem as regiões Europa Oriental, Europa Ocidental, Europa Setentrional, África Subsaariana, África Mediterrânea e etc. Todo continente tem as suas regiões, mas isso não quer dizer que você deva chamar, por exemplo, um país da Europa Ocidental de “país ocidental-europeu” ou um país da América do Sul de “país sul-americano”. Eu nunca vi na minha vida alguém chamar os países da Europa Ocidental de “países ocidental-europeus”. Eles são sempre chamados de “países europeus”. Porque seria diferente com os países da América do Sul? Eles são países americanos e não “países sul-americanos”. O nome dos continentes sao América, Ásia, Europa e etc.

Cícero silva
Cícero silva
4 meses atrás

Cada país depende dele próprio e não dos vizinhos. Alguém já viu os problemas políticos de Cuba ou Aiti respingar os EUA. O Brasil paga por seus erros o Peru pelos erros dele e ponto final.

Valfredo
Valfredo
4 meses atrás

São muitíssimo que acham espertos e se acham atualizados pôr si próprio cancelando os nossos aprendizados quê vêm de séculos apontando que não há separação entre as americanas em sua geografia

Previous Post
Boeing 737 MAX 8 - Ethiopian Airlines

Ethiopian Airlines anuncia retorno dos voos com o Boeing 737 MAX

Next Post

Jato MC-21-300 é certificado pela Rússia

Related Posts