Pilatus lança nova versão utilitária do PC-24 para até 10 passageiros

Variante tem interior com assentos de liberação rápida, permitindo fácil reconfiguração da cabine
Pilatus PC-24
Off-Road: o PC-24 pode operar a partir de pistas não pavimentadas (Pilatus Aircraft)

Único jato executivo do mundo capaz de pousar e decolar de pistas não pavimentadas, o Pilatus PC-24 agora conta com uma nova versão utilitária para até 10 passageiros.

O lançamento do novo modelo foi anunciado pela fabricante suíça nesta sexta-feira (5). Segundo a Pilatus, o interior da variante possui assentos com um mecanismo de liberação rápida, permitindo uma fácil e rápida reconfiguração da cabine para variados requisitos de transporte.

A capacidade de carga útil do PC-24 de 1.134 kg e a grande porta de carga padrão permitem que os operadores carreguem itens grandes e volumosos. A cabine possui um banheiro privativo que pode ser atendido pelo exterior. Ao contrário de muitos outros jatos leves e médios desta categoria, o assento do lavatório não é usado como assento do passageiro, pois “a perda de conforto para o passageiro é simplesmente grande demais”, diz a Pilatus.

“Esperamos que esta configuração seja muito popular entre as operadoras públicas e privadas que exigem uma solução econômica para o transporte frequente de passageiros como uma alternativa para enviá-los nas companhias aéreas”, comentou Ignaz Gretener, vice-presidente de Aviação Geral da Pilatus.

Jato executivo “off-road”

O PC-24 é um dos aviões mais curiosos do mercado e surge como uma nova espécie de jato de negócios com características de avião utilitário. A aeronave com capacidade para até 10 passageiros é a única na categoria executiva projetada para operar em pistas não pavimentadas, como aeródromos de terra, grama, cascalho ou neve.

Um dos principais objetivos da Pilatus durante o desenvolvimento do PC-24, e também o elemento de maior complexidade e inovação do projeto, foi incorporar as características e capacidades do versátil turboélice PC-12 no modelo com motores a jato.

Seguindo essa linha, a fabricante incluiu uma porta de carga no PC-24, praticamente igual a do PC-12, e também projetou a aeronave para operar a partir de pistas austeras, o que representa um enorme desafio para um avião com motores a jato, mais sensíveis a detritos e poeira.

Pilatus PC-24
A porta de carga do PC-24 permite o embarque de grandes volumes na cabine (Pilatus)

Além da capacidade para operar em aeródromos irregulares, o PC-24 também tem uma das melhores performances da categoria em pistas pavimentadas. De acordo com a fabricante, o jato pode operar em pistas com apenas 800 metros de comprimento. Ele também voa rápido e por longas distâncias: alcança máxima de 815 km/h e tem alcance de 3.768 km (com peso máximo de 8.005 kg).

Recentemente, a Pilatus entregou a 100ª unidade do PC-24, que chegou ao mercado há menos de três anos e hoje é um dos jatos executivos mais vendidos do mundo.

Veja mais: Carro voador Transition tem decolagem autorizada nos EUA

Total
25
Shares
Previous Post

Em meio à propostas do exterior, Índia decide comprar mais 83 caças HAL Tejas

Next Post
Jato chinês C919

Jato chinês C919 tem voo marcado para o Canadá

Related Posts