TAP estreia cabine Airspace, da Airbus, nos novos A330neo

Jatos da empresa aérea de Portugal contarão com interior mais moderno e aconchegante, além de oferecer mais recursos aos passageiros
TAP é a primeira empresa a contratar a nova cabine Airspace, da Airbus
Cabine Airspace do A330neo da TAP
Airbus A330-900neo da TAP
Airbus A330-900neo da TAP

A TAP é a primeira companhia aérea a utilizar em seus aviões o Airspace, novo conceito de cabine de passageiros criado pela Airbus. As duas empresas assinaram contrato para equipar os novos a330neo durante o evento AIX – Aircraft Interiors Expo – que ocorreu na semana passada na Alemanha.

O Airspace consiste numa cabine com clima mais arejado, com tons mais agradáveis aos olhos e novos recursos como um sistema de iluminação LED de última geração, compartimentos de bagagens maiores, banheiros mais confortáveis e sistemas de entretenimento a bordo IFE e conectividade da mais recente geração.

“Estamos extremamente orgulhosos pelo fato de a TAP ser a primeira companhia a operar a cabine Airspace da Airbus nos novos aviões A330neo. É com grande expectativa que tanto os nossos passageiros como os nossos tripulantes vão poder beneficiar de uma nova experiência de viagem proporcionada por este novo e inovador design de cabine de avião. Além do mais, a cabine Airspace  representa um novo conceito sobre o qual poderemos projetar a marca TAP”, disse Trey Urbahn, executivo chefe da área comercial da TAP.

TAP é a primeira empresa a contratar a nova cabine Airspace, da Airbus
TAP é a primeira empresa a contratar a nova cabine Airspace, da Airbus

A TAP encomendou 14 unidades do A330-900neo, numa substituição a uma encomenda original de aeronaves A350. Segundo a Airbus, o A330-900neo é 14% mais econômico que a primeira geração do birreator além de oferecer alcance extra de 400 milhas naúticas (741 km). Os primeiros jatos da TAP serão entregues no final de 2017.

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
ulysses
ulysses
5 anos atrás

Imagino voar para Europa , 10,11,12 horas de voo suportando um ambiente com estas cores , ninguém merece.

Eduardo
Eduardo
5 anos atrás

Muito bom! Parabéns pra Tap!

Previous Post
Suas selfies vão ganhar outra dimensão com esse novo equipamento (ilustração - Norte Verdadeiro)

ROAM-e, o “pau de selfie” voador

Next Post
Depois do MiG-25, nenhum outro novo caça passou dos 3.400 km/h (Alex Beltyukov)

MiG-25, a ameaça soviética

Related Posts