50 anos após primeiro voo, jato cargueiro Il-76 continua em produção na Rússia

Aeronave militar de carga acaba ter a primeira unidade concluída em nova linha de montagem na Rússia
O primeiro Il-76MD-90A produzido na nova fábrica (UAC)

O Ilyushin Il-76 é uma das aeronaves mais versáteis já criadas na Rússia. Desenvolvido no final da década de 60 como um substituto para os turboélices An-12, o jato quadrimotor apresentou a mesma configuração do Lockheed C-141 Starlifter da USAF, um jato cargueiro que foi operado até 2006.

Embora a Antonov fosse o bureau de design mais bem sucedido em relação à aeronaves de transporte militar, a Ilyushin teve enorme sucesso com o Il-76, que acabou sendo produzido em grande escala e exportado para dezenas de países, incluindo a China, onde foi montado sob licença.

Até hoje, o Il-76 tem mostrado ser um projeto duradouro, mesmo passados 50 anos do voo inaugural, em 25 de março de 1971.

A UAC, estatal que controla as maiores fabricantes russas de aviação, revelou nesta semana que o primeiro Il-76MD-90A foi concluído na nova linha de montagem da Aviastar-SP em Ulyanovsk.

As instalações mais modernas permitirão uma cadência de produção de 12 aviões por ano, explicou a UAC. “Em contraste com a tecnologia utilizada anteriormente, a nova linha de produção reduz a intensidade de trabalho na montagem da aeronave”, diz a nota.

“A linha é composta por dez produções para unir os compartimentos fuselagem, asa, montagem da cauda, ​​estações para instalação de usinas e sistemas de aeronaves. É equipado com sistema de posicionamento a laser das unidades, o que garante alta precisão de união de todos os elementos da aeronave”.

O primeiro voo do Il-76 ocorreu há mais de 50 anos (UAC)

Motores PS-90A

O Il-76MD-90A é a variante mais recente do cargueiro militar, que conta com os turbofans PS-90A, de alta razão de derivação, e que equipam jatos comerciais como o Il-96-300 e o Tu-204.

Mais econômico, ele permitiu que o Il-76 pudesse oferecer maior autonomia e capacidade de carga, de até 60 toneladas. A aeronave também recebeu novos aviônicos e seis telas multifunção no cockpit.

O programa foi anunciado em 2010 com a conclusão do primeiro avião em 2014. A Força Aérea da Rússia recebeu o primeiro Il-76MD-90A em 2019 e acredita-se que uma dezena tenha sido concluída desde então.

Total
93
Shares
Previous Post

LATAM solicita mais prazo para apresentar plano de reorganização nos EUA

Next Post

Emirates ensaia volta do Airbus A380 ao Brasil a partir de novembro

Related Posts