Airbus Beluga estreia no Brasil com um helicóptero na “barriga”

Avião de cargas volumosas da Airbus pousou em Fortaleza e segue para Viracopos
Airbus Beluga pousou pela primeira vez no Brasil (Foto: Rodrigo Cozzato/Airbus)

O Airbus Beluga fez sua estreia na América Latina neste domingo (24) ao pousar no aeroporto de Fortaleza, às 15h25 (de Brasília). O avião de cargas volumosas da Airbus baseado no A300-600 traz dentro da “barriga” um helicóptero ACH160, também da própria Airbus, e que também faz sua estreia na região.

O Beluga atraiu muitos curiosos e amantes da aviação ao aeroporto. Alguns observadores subiram em uma escada de apoio que estava na lateral da pista e o equipamento cedeu. Segundo o jornal Diário do Nordeste, ninguém ficou ferido.

Depois de pousar em Fortaleza, a aeronave que possui uma fuselagem redimensionada para comportar seções de aviões comerciais segue viagem até Viracopos, em Campinas.

O Beluga em questão, da versão A300-600ST, é da primeira geração do modelo, também chamado de BelugaST. Ele está em operação desde 1995, servindo como aeronave de transporte de peças entre as fábricas da Airbus.

No entanto, com o advento da segunda geração, o BelugaXL, de maior capacidade (já que é baseado no A330), o BelugaST foi deslocado para uma nova missão, prestar serviços para terceiros, dentro da Airbus Beluga Transport, companhia aérea criada pela fabricante europeia.

Curiosamente, o Beluga foi desenvolvido como um substituto Super Guppy, uma aeronave quadrimotor turboélice americana que a Airbus adquiriu para colocar em prática sua produção de jatos comerciais descentralizada.

Além de antigos, esses aviões tinham uma capacidade limitada, o que levou a empresa a planejar um cargueiro próprio e que ganhou a denominação por conta da semelhança com o cetáceo.

Segundo a Airbus, o BelugaST comporta até 47 toneladas de carga e tem autonomia máxima de 4.632 km (com uma carga de 26 toneladas), daí a necessidade de escala em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

Airbus BelugaST (A300-600ST Super Transporter)

  • Comprimento total: 56,16m
  • Altura: 17,25m
  • Envergadura total: 44,84m
  • Largura da fuselagem: 7,7m
  • Comprimento máximo da carga: 39,1m
  • Altura máxima da carga: 7,1m
  • Largura máxima da carga: 7,1m
  • Carga máxima: 47 t
  • Volume de carga: 1.450 metro cúbicos
  • Autonomia máxima: 1.665 km (carga máxima) ou 4.632 km (com 26 t)
  • Peso máximo para decolagem: 155 t
  • Extensão mínima de pista para decolagem: 1.386m
  • Tanque de combustível: 23.860 litros (densidade=0.803)
  • Propulsores: General Electric CF6

Total
28
Shares
0 0 votes
Article Rating
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sérgio Costa
21 dias atrás

O helicóptero na foto é um H145 e não um H160.

Previous Post

Turboélice avançado da Embraer terá motores da Pratt & Whitney ou Rolls-Royce

Next Post

Ficha técnica: Airbus Beluga

Related Posts
Total
28
Share