Ficha técnica: Airbus Beluga

Especificações, fotos e história do Airbus Beluga
A segunda geração, Beluga XL, foi lançada em 2014

O Airbus Beluga é um avião de cargas volumosas em operação desde 1995. Curiosamente, ele foi desenvolvido para substituir o Super Guppy, um quadrimotor turboélice desenvolvido pela Boeing na década de 1960. A Airbus adquiriu o Super Guppy para colocar em prática sua produção descentralizada.

Além de antigos, o Super Guppy tinham capacidade limitada, o que levou a empresa a planejar um cargueiro próprio e que ganhou a denominação Beluga por conta da semelhança com o cetáceo.

A primeira geração, chamada Beluga ST, foi baseada no A300-600 e começou a voar em 1995. Por mais de 20 anos, as cinco unidades do Beluga foram a base do sistema de transporte entre as instalações da Airbus no mundo, levando grandes peças para as linhas de montagem de seus aviões.

Em 2014, a Airbus anunciou o desenvolvimento da segunda geração, o BelugaXL, baseado no A330. O primeiro modelo da nova geração fez seu voo inaugural em 19 de julho de 2018, entrando em operação no ano seguinte.

Com a chegada da nova geração, os Beluga ST passaram a prestar serviços para terceiros no transporte de cargas de dimensões muito grandes, suprindo a demanda de setores que incluem espaço, energia, militar, aeronáutico, marítimo e humanitário.

O Beluga pousou pela primeira vez no Brasil, na versão ST, em 24 de junho de 2022, no aeroporto de Fortaleza.

Veja detalhes e fotos do Airbus Beluga:

Airbus BelugaST (A300-600ST Super Transporter)

  • Comprimento total: 56,16m
  • Altura: 17,25m
  • Envergadura total: 44,84m
  • Largura da fuselagem: 7,7m
  • Comprimento máximo da carga: 39,1m
  • Altura máxima da carga: 7,1m
  • Largura máxima da carga: 7,1m
  • Carga máxima: 47 t
  • Volume de carga: 1.450 metro cúbicos
  • Autonomia máxima: 1.665 km (carga máxima) ou 4.632 km (com 26 t)
  • Peso máximo para decolagem: 155 t
  • Extensão mínima de pista para decolagem: 1.386m
  • Tanque de combustível: 23.860 litros (densidade=0.803)
  • Propulsores: General Electric CF6
Beluga XL tem autonomia de 4.000 km com 51t de carga

Airbus Beluga XL (baseado no A330)

  • Comprimento total: 63,1m
  • Altura: 18,9m
  • Envergadura total: 60,3m
  • Largura da fuselagem: 8,8m
  • Comprimento máximo da carga: 46,8m
  • Altura máxima da carga: 8,1m
  • Largura máxima da carga: 7,5m
  • Carga máxima: 51 t
  • Autonomia máxima: 4.000 km (carga máxima)
  • Peso máximo para decolagem: 227 t
  • Propulsores: Rolls Royce Trent 700

Total
7
Shares
Previous Post

Airbus Beluga estreia no Brasil com um helicóptero na “barriga”

Next Post
O jato chinês COMAC C919 voou pela primeira vez em maio de 2017 (Xinhua)

China diz que concluiu testes para certificar “genérico” do A320

Related Posts
Total
7
Share