Avião privado que parece caça é oferecido no Brasil

Colbalt Valkyrie é o monomotor a pistão mais rápido do mundo, com máxima de 465 km/h
O Cobalt Co50 Valkyrie é projetado para transportar quatro ocupantes (Cobalt Aicraft)
O Cobalt Co50 Valkyrie é projetado para transportar quatro ocupantes (Cobalt Aicraft)
O Cobalt Co50 Valkyrie é projetado para transportar quatro ocupantes (Cobalt Aicraft)
O Cobalt Co50 Valkyrie é projetado para transportar quatro ocupantes (Cobalt Aicraft)

Jatos executivos ou monomotores privados seguem uma fórmula de design que funciona muito bem, mas fazem todos os aviões ficarem parecidos. Uma nova aeronave, no entanto, veio para quebrar o gelo na aviação civil, o excêntrico Cobalt Co50 Valkyrie.

Com um formato que lembra o de um caça, com direito a uma cabine toda envidraçada, o Valkyrie é obra do engenheiro aeronáutico francês David Loury, que também é o fundador da Cobalt Aircraft, fabricante baseada em San Francisco, nos Estados Unidos.

O primeiro protótipo do avião voou em janeiro de 2015 e desde então a fabricante já acumulou mais de US$ 50 milhões em pedidos, algo em torno de 25 aeronaves. Segundo a Cobalt Aircraft, a primeira entrega deve acontecer ainda neste ano, nos EUA.

O Valkyrie também está à venda no Brasil, por meio da Toys for Boys, importadora que também traz para o país automóveis e barcos de luxo. Por aqui, como explicou Fábio Amaja, diretor da empresa, ao Airway, a aeronave pode ser adquirida por preços que variam de US$ 765.000,00 (cerca de R$ 2,4 milhões) a US$ 835.000,00 (R$ 2,6 milhões) “com todos os impostos pagos”.

O canopi panorâmico do Valkyrie oferece uma visão de 320º (Cobalt Aicraft)
O canopi panorâmico do Valkyrie oferece uma visão de 320º (Cobalt Aicraft)

De acordo com Amaja, a variação no preço se deve a inclusão de itens opcionais, como ar condicionado e paraquedas de emergência, sistema conhecido nos aviões da Cirrus, que pode ser acionado no caso de alguma adversidade e trazer o avião de volta ao solo em segurança.

Mais rápido da categoria

O visual invocado do Valkyrie também reflete em seu desempenho. O modelo é o monomotor a pistão mais rápido do mundo nessa categoria, capaz de voar a velocidade máxima de 465 km/h. De acordo com dados da Cobalt Aircraft, a autonomia da aeronave é de 2.130 km, o suficiente para ir de São Paulo a Salvador com sobras.

O Valkyrie tem motor do tipo "pusher", montada na traseira e com a hélice voltara para trás (Cobalt Aicraft)
O Valkyrie tem motor do tipo “pusher”, montada na traseira e com a hélice voltara para trás (Cobalt Aicraft)

A aeronave é impulsionada por um motor turbo a gasolina de 350 hp na configuração “pusher”, montado na parte traseira da fuselagem e com a hélice virada para trás, concepção pouco comum na aviação – o exemplo mais conhecido desse tipo é o avião executivo Piaggio P180 Avanti.

Outros elementos diferentes da aeronave é a cauda com estabilizadores em formato “V” e os “canards” na parte frontal, pequenas asas que ajudam na estabilização do voo e atuam como “elevators”, superfície de controle que faz o avião subir ou descer.

“O público que almeja um produto como esse são apaixonados por aviação, inovação e velocidade”, aposta o diretor da Toys for Boys, sobre os interessados no Valkyrie no Brasil. “Já estamos em contato com alguns clientes e devemos ter a primeira unidade do país em breve.”

A cabine conta com painéis digitais e controles por sidesticks (Cobalt Aircraft)
A cabine conta com painéis digitais e controles por sidesticks (Cobalt Aircraft)

A cabine de comando do monomotor também é das mais avançadas. Todos os instrumentos de voo são reunidos em telas digitais que podem ser controladas pelo toque e o comando da aeronave é por sidesticks. Já a fuselagem e as asas, de acordo com o fabricante, são fabricadas principalmente com materiais compostos, como fibra de carbono, o que faz o avião ser resistente e leve. Valkyrie (carregado de combustível e passageiros) pesa apenas 1.550 kg.

Avião em evolução

O Valkyrie é oferecido inicialmente como avião experimental, segmento da aviação que não exige certificações de órgãos aeronáuticos. Por conta dessa característica, a aeronave pode ser vendida na forma de kits e podem ser montadas pelos próprios donos. A contrapartida são algumas limitações operacionais, como a proibição de voos sobre regiões densamente povoadas.

O Valkyrie pode decolar com peso máxima de 1.550 kg (Cobalt Aircraft)
O Valkyrie pode decolar com peso máxima de 1.550 kg (Cobalt Aircraft)

A fabricante, porém, quer avançar essa fase e trabalha atualmente para homologar a aeronave com o FAA, o órgão que regula a aviação civil nos EUA. Esse processo, que exige uma série de testes de desempenho e validações de segurança, deve ser finalizado em 2018.

A importadora do Valkyrie no Brasil também oferece o modelo na classificação experimental, mas em breve também planeja certificá-lo para o mercado brasileiro, processo que é realizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Veja mais: Conheça os aviões mais rápidos de todos os tempos

Total
1
Shares
0 0 votes
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Hélio Ferraz Falcochio
Hélio Ferraz Falcochio
4 anos atrás

Bela e versátil aeronave!

MARCIO LIRA
MARCIO LIRA
4 anos atrás

O alcance é de 2130 Km. A autonomia está baseada no tempo em que se pode voar e o alcance no espaço.

Super máquina!

andre
andre
4 anos atrás

Como vc pode fazer uma reportagem e nãaao falar quantas pessoas carrega…muito ruim mesmo.

Previous Post
O A380 é o avião comercial mais caro do mundo, avaliado em mais de US$ 430 milhões (Divulgação)

Qantas anuncia voo direto entre Austrália e Brasil

Next Post
O F-5 é atualmente o principal caça de defesa aérea do Brasil (FAB)

Argentina cogita aluguel de caças F-5 do Brasil

Related Posts