Corrida aérea da Red Bull será encerrada neste ano

Marca de bebidas energéticas justifica fim do campeonato pela falta de interesse do público
O Red Bull Air Race passou pelo Rio de Janeiro em 2007 e 2010 (Red Bull)
O Red Bull Air Race passou pelo Rio de Janeiro em 2007 e 2010 (Red Bull)

Um dos espetáculos esportivos mais radicais do mundo, o “Red Bull Air Race Championship”, será encerrado neste ano, informou a marca de bebidas energéticas nesta semana. Segundo a organização do campeonato, fora do meio da aviação, as corridas aéreas não conseguiram atrair o mesmo nível de interesse do público como em outros eventos da Red Bull e por essa razão foi cancelado.

A temporada deste ano será encerrada em setembro, após a etapa Chiba, no Japão. O campeonato de corrida aérea da Red Bull foi iniciado em 2003 e contou com 90 etapas no mundo todo, incluindo duas corridas no Rio de Janeiro, em 2007 e 2010.

O Red Bull Air Race é uma espécie de rali de aviões, um tipo de corrida onde os pilotos correm individualmente contra o relógio e tentam fazer o tempo mais rápido num percurso com obstáculos. As principais aeronaves utilizadas no campeonato são o Sukhoi Su-31 e o Extra330sc, modelos conhecidos pela excepcional capacidade de realizar acrobacias.

Nas temporadas de 2015 e 2016, o Brasil foi representado no Red Bull Air Race pelo piloto gaúcho Francis Barros, que competia na categoria de acesso “Challenge”.

Veja mais: Embraer avança na produção do primeiro E175-E2

Total
0
Shares
0 0 votes
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
roberto pinello
2 anos atrás

A divulgação muito fraca, que não atraia o publico. Só ficava sabendo, depois do evento. Dizer que o publico não comparece, é desculpa pela falta de organização interna, com marketing fraco.

dan
dan
2 anos atrás

Estranho isso… será que foi um erro da própria Red Bull de “monopolizar” o evento e também da baixa divulgação?
Poderiam tentar coincidir os eventos com as festividades militares dos países, como no nosso 7 de Setembro ou 4 de Julho nos EUA. Ou também coincidir com alguma outra grande competição esportiva, como F1, Indy, Rally que tem de monte na Europa, como uma atração a mais…
E como ficarão os pilotos esportivos depois disso? Pois formou uma geração que se dedicava a isso…

Edgard Galan de Oliveira
2 anos atrás

Maravilha, este campeonato

Previous Post

Embraer avança na produção do primeiro E175-E2

Next Post

Emirates Airline coloca o A380 em voo regular de apenas 75 minutos

Related Posts