Avião de combate da próxima década: concepção artística de um caça de sexta geração (Boeing)

Neste momento, em algum lugar dos EUA, a poderosa USAF (força aérea dos EUA) pode estar realizando voos de teste com uma aeronave totalmente nova e secreta. A informação foi confirmada nesta semana por Will Roper, Secretário Adjunto da força aérea norte-americana, durante a conferência virtual Air, Space & Space da Air Force Association.

“Já construímos e pilotamos um demonstrador de voo em escala real no mundo real”, confirmou Roper ao Defense News, “e quebramos recordes ao fazê-lo. Estamos prontos para construir a aeronave de última geração de uma forma que nunca aconteceu antes.”

Segundo o secretário da USAF, o avião de demonstração é um esforço do programa Next Generation Air Dominance (NGAD), iniciado em outubro de 2019 e que futuramente pode originar o primeiro caça de sexta geração dos EUA.

Devido a natureza do projeto, classificado como confidencial, nenhum detalhe sobre a aeronave foi divulgado ou mesmo quem a construiu. Roper também não deixou claro se o modelo de demonstração já é um protótipo do programa NGAD. No entanto, a confirmação sobre os testes de voo é um sinal de que o projeto do caça de última geração está avançando rapidamente.

Embora a referência de Roper à quebra de “recordes” possa remeter a imagens de protótipos ultrapassando os limites, ela também pode apontar a rapidez nos avanços do projeto da aeronave, desenvolvida sob a nova filosofia de engenharia digital adotada pela força aérea dos EUA.

Seja qual o for o caso, a USAF construiu e colocou no ar em segredo algum tipo de avião experimental. Roper também escondeu o jogo quando perguntado sobre quantos demonstradores foram construídos ou quantos voos foram realizados até agora. O fabricante (ou fabricantes) envolvido no projeto também permanece um mistério, assim como a designação da aeronave.

Veja mais: Primeiro caça Gripen da FAB chegará ao Brasil na próxima semana