Gol altera logomarca para evitar confusão com “Gool”

Companhia aérea detectou que passageiros no exterior pouco familiarizados com ela pronunciavam errado o seu nome
737 MAX com a nova logomarca (Reprodução)
Boeing 737 MAX com a nova logomarca da Gol (Reprodução)

Introduzida em julho de 2015, a nova identidade visual da companhia aérea Gol manteve o tom laranja, mas buscou modernizar sua imagem, então muito associada à passagens baratas e serviço simples. A logomarca, conhecida pela sobreposição da letra “O”, no entanto, foi mantida mas com uma releitura onde uma das letras tinha o papel de “sombra” da primeira. O que a empresa não esperava é que, em sua expansão internacional, seu nome passasse a ser confundido por passageiros que a não conhecem. Segundo um comunicado interno para os funcionários, esses clientes estavam chamando a companhia de “Gool“.

Por essa razão, a Gol promoveu uma alteração em sua logomarca que passou a ser vista na internet nesta semana. Ela consiste num rearranjo dos dois “O” em que eles passam a estar mais próximos para evitar a confusão. “Identificamos que em locais onde não se fala a língua portuguesa e entre clientes com pouca familiaridade com a Gol era comum a leitura de ‘Gool'”, diz parte do texto interno.

Consultada, a assessoria de imprensa da companhia preferiu afirmar que “faz parte da história da GOL conectar pessoas e destinos, com segurança e inteligência. Ao longo de 17 anos no mercado, a companhia cresceu, se tornou a aérea número um em transporte de passageiros no país, e está cada vez mais próxima no relacionamento com os seus Clientes. Os Novos elos traduzem a essência da Nova GOL e, com sua união, deixamos claro como gostamos de ser, próximos. Juntos, a GOL quer voar mais longe, ligando também novos mercados, com o propósito de ser sempre a primeira para todos”.

A evolução da logomarca da Gol: esforço para não confundir nome com “Gool”

Descrição pomosa, mas pouco transparente em relação ao principal motivo da mudança. Apesar da necessidade de alterar novamente a pintura de dezenas de aviões como também impressos, uniformes e outros itens que apresentam a logomarca, a Gol nega que haverá custo extra para isso. Segundo a companhia, as alterações nas aeronaves serão feitas à medida que elas precisem de repintura. O primeiro avião com a nova logomarca, inclusive, está na Boeing prestes a ser entregue, o PR-XME, cuja imagem abre esse material e estava presente no e-mail enviado pela direção da empresa aos colaboradores.

Mercado norte-americano

A novidade chega poucos dias antes da reestreia da Gol no mercado norte-americano. No domingo 4 de novembro os voos diários Brasília-Miami, Brasília-Orlando, Fortaleza-Orlando e Fortaleza-Miami decolarão utilizando as novas aeronaves Boeing 737 MAX 8, com capacidade para 186 passageiros e maior alcance. Ou seja, mais do que no momento de lançar a alteração em seu logo para não encontrar seus novos clientes chamando a empresa de “gul”.

Com informações do fórum Contato Radar.

Veja também: Primeiro Boeing 737 MAX 10 da Gol deve chegar em 2022

Black Friday: Gol oferece desconto no wi-fi e Smiles tem opções de resgate de passagens com menos pontos (Divulgação)
A atual indentidade visual foi introduzida em julho de 2015 (Divulgação)

Total
0
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post
(Xinhua.net)

Maior avião anfíbio do mundo, AG600 completa primeira decolagem na água

Next Post

Azul adia para fevereiro de 2019 estreia com o novo jato A330neo

Related Posts