Gol inicia venda de passagens para os EUA

Empresa vai voar para Miami e Orlando a partir de Brasília e Fortaleza com os novos jatos Boeing 737 MAX; bilhetes custam a partir de R$ 2.206,20
Os voos da Gol para os EUA terão internet e serviço de bordo gratuito (GOL)
Os voos da Gol para os EUA terão internet e serviço de bordo gratuito (GOL)
Os voos da Gol para os EUA terão internet e serviço de bordo gratuito (GOL)
Os voos da Gol para os EUA terão internet e serviço de bordo gratuito (GOL)

A companhia aérea Gol iniciou nessa segunda-feira (22) a venda de passagens para os dois novos destinos da empresa nos Estados Unidos, Miami e Orlando, anunciados na semana passada. Os bilhetes estão disponíveis para compra em todos os canais oficiais do grupo, com preços a partir de R$ 2.206,20 (com taxas). Serão quatro voos entre o Brasil e a Flórida, a partir de 4 de novembro, com decolagens diárias de Brasília (DF) e Fortaleza (CE).

“Estamos contentes por oferecer aos nossos clientes dois novos destinos muito procurados pelos viajantes. Com os nossos diferenciais de produtos e serviços aliados a um bom atendimento e preços competitivos, estamos confiantes que estas operações serão um sucesso”, ressalta Eduardo Bernardes, vice-presidente de vendas e marketing da Gol.

Como explicou a companhia, as escolhas de Brasília e Fortaleza como ponto de partida para os novos voos para os EUA foi construída pensando em clientes de todas as regiões do país. Tanto o aeroporto internacional de Brasília como o novo hub da companhia no Nordeste, criado em parceria com o grupo Air France-KLM, contam com 30 destinos como conexões, em voos com duração média de 60 minutos.

Os novos voos da Gol para os EUA serão realizados com as novas aeronaves Boeing 737 MAX 8, que serão introduzidos pela companhia a partir de junho. Os novos 737 MAX que farão as rotas para Miami e Orlando terão internet e entretenimento, bancos de couro e serviço de bordo gratuito, com bebidas e refeições.

(GOL)
(GOL)

Retorno aos EUA

A Gol operou voos de São Paulo e o Rio de Janeiro para Orlando e Miami entre 2015 e 2016. Os trechos eram realizadas pelas aeronaves 737-800 NG e precisavam realizar uma parada/conexão de reabastecimento na República Dominicana, no Caribe, antes de chegar aos EUA. Desta vez, porém, com o 737 de nova geração, que consome menos combustível, os voos terão apenas uma perna.

Veja mais: Perto de estrear, Embraer E190-E2 supera expectativas de desempenho

Total
0
Shares
4 comments
  1. Eu imagino que pra valer a pena esse vôo, a Gol deve ter mantido a configuração das poltronas nos mesmos moldes dos vôos domésticos, dito isto, quem é maluco de voar até Miami enlatado num 737??, o preço da passagem deve ser bem menor pra que alguém aceite fazer isso…caso contrário, o sujeito deve preferir ir de Latam, ou de Azul com aviões maiores e espaço melhor para as pernas…

  2. Ótima notícia! Já voei em Boeing 737-800 da Gol para Punta Cana e Santiago. Os aviões possuem um ótimo espaço para as pernas, melhor inclusive que aeronaves maiores como B777 (Tam) e A330 (Azul) nos quais já viajei. Me impressionou positivamente o novo sistema Wi-Fi de entretenimento com filmes e TV no celular, bem como serviço de bordo quente. Voaria com eles para os EUA sem problemas.

Comments are closed.

Previous Post

Aeroporto da Pampulha vira alvo de disputa política

Next Post
Embraer E195 "Brasil" (Gianfranco Beting/Azul)

Frota de aeronaves no Brasil registrou sensível crescimento em 2017

Related Posts