LATAM confirma estreia do 787 Dreamliner na divisão brasileira

Subsidiária contará com quatro unidades do jato widebody provenientes da matriz chilena. Primeiro Boeing, matrícula PS-LAA, fará voo de certificação para Manaus no dia 27
Boeing 787-9 da Latam (Divulgação)

A LATAM Brasil confirmou nesta segunda-feira (13) o início da operação do Boeing 787 Dreamliner em sua frota. A divisão brasileira contará com quatros aeronaves oriundas da matriz no Chile, a primeira delas, prefixo PS-LAA, que já está em Guarulhos sendo preparada pela empresa.

A aeronave realizará voos de certificação junto à ANAC a partir do dia 27 deste mês. A estreia está prevista para ocorrer na segunda quinzena de dezembro, na rota entre São Paulo e Madri. Segundo a Latam, os 787-9 serão usados com prioridade em voos de longa distância, especialmente para a Europa.

A adoção do Boeing 787 no Brasil permitirá uma redução de 50% nos custos de treinamento e serviços associados como manutenção, disse a empresa, que afirmou ainda que aproveitará 200 pilotos e 900 comissários de bordo do 777 para a operação do novo avião.

“A decisão de colocar em operação no Brasil um modelo que já era utilizado pelo Grupo vem para gerar mais eficiência para as operações internacionais, que terão agora uma única frota – a  da família Boeing, com os 767, 777 e 787. Isso vai deixar a companhia mais competitiva para a volta desse mercado”, disse Jerome Cadier, CEO da LATAM Brasil.

Boeing 777-300ER da LATAM: tripulação em comum (John Taggart)

As aeronaves cobrirão parte da lacuna deixada com o Airbus A350-900, um jato de grande eficiência também, mas com capacidade maior. A Latam desistiu de operá-lo de forma a simplificar a frota de aviões de longo curso.

A vinda dos 787 do Chile foi possível graças ao acordo entre a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) do Brasil e o DGAC (Dirección General de Aviación Civil) do Chile, que possibilitou o intercâmbio de aeronaves de um mesmo grupo, desde que sejam operadas em território com pilotos nacionais daquela localidade.

Nota do editor: o texto informava erroneamente que o Boeing 787 realizaria voos comerciais a partir de setembro, em voos nacionais.

Total
77
Shares
0 0 votes
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jamyil
Jamyil
9 dias atrás

Faltou dizer se são aeronaves 787-8 ou, 787-9

Jamyil
Jamyil
8 dias atrás

Muito obrigado pelo feedback. Abraços.

Last edited 8 dias atrás by Jamyil
Previous Post

Breeze Airways revela primeiro Airbus A220-300

Next Post

Gol anuncia nova rota entre São Paulo e Bonito (MS)

Related Posts