Novo Airbus A350 de “alcance ultra longo” completa primeiro voo

Variante mais recente da família A350 XWB será o avião comercial com o maior alcance da história, capaz de voar mais de 20 horas sem parar
A Singapore Airlines planeja lançar o voo mais longo do mundo entre Cingapura e Nova York usando o novo A350ULR (Airbus)
A Singapore Airlines planeja lançar o voo mais longo do mundo entre Cingapura e Nova York usando o novo A350ULR (Airbus)
A Singapore Airlines planeja lançar o voo mais longo do mundo entre Cingapura e Nova York usando o novo A350ULR (Airbus)
A Singapore Airlines planeja lançar o voo mais longo do mundo usando o novo A350ULR (Airbus)

A Airbus completou nesta semana o primeiro voo com o A350 Ultra Long Range (Alcance Ultra Longo), versão mais recente da família A350 XWB e que promete ser o avião comercial com maior alcance da história. O novo jato é projetado para percorrer 17.964 km ou permanecer voando por mais de 20 horas, o suficiente para voar de São Paulo até Pequim, na China, sem escalas.

O modelo de alcance estendido é baseado no A350-900, a primeira versão do A350 que chegou ao mercado em 2015 e tem autonomia de 15.000 km. Como explica a Airbus, a principal modificação na nova versão ULR é o aumento na capacidade de transporte de combustível sem a necessidade de tanques adicionais. De acordo com a fabricante, a alteração permitiu acomodar mais 24.000 litros de querosene na aeronave – o A350-900 pode decolar com até 140.795 litros de combustível.

O A350ULR também foi equipado com um novo conjunto de “winglets estendidos” nas postas das asas. O dispositivo ajuda a diminuir o arrasto aerodinâmico do avião e, consequentemente, reduz seu consumo de combustível.

O novo jato da Airbus usa os mesmos motores turbofan Rolls-Royce da série Trent XWB que equipam as demais versões do A350, mas que agora serão testados em voos ainda mais longos.

A campanha de testes do A350ULR está programada para terminar no segundo semestre e o avião deve entrar em serviço ainda neste ano. O primeiro cliente da aeronave será a companhia aérea Singapore Airlines. A empresa encomendou sete exemplares da nova versão do A350.

Singapore teria causado o mal entendido sobre o A350-900ULR (Airbus)
Singapore é um dos maiores operadores do A350, com mais de 20 jatos na frota (Airbus)

A Singapore já anunciou que vai voar com o A350ULR em rotas de Cingapura para os Estados Unidos sem escalas, incluindo o que será o voo comercial mais longo do mundo (se não houver surpresas até lá), com mais de 16.000 km, entre Cingapura e Nova York.

O voo regular mais longo da aviação comercial atualmente é a rota entre Doha, no Catar, e Auckland, na Nova Zelândia, oferecido pela companhia Qatar Airways. O trecho com mais de 14.000 km e 17 horas e meia de duração é realizado com jatos Boeing 777-200LR, que por sinal é o atual avião comercial com maior alcance do mercado, capaz de percorrer 14.445 km.

Veja mais: Widerøe, da Noruega, realiza primeiro voo comercial com o E190-E2

Total
0
Shares
Previous Post
O TriFan 600 poderá voar a velocidade máxima de 630 km/h e terá alcance de quase 2.000 km (XTI Aircraft)

Exótico TriFan 600 vai voar ainda neste ano, fiz fabricante dos EUA

Next Post
O estagiários da Gol poderão viajar com a companhia utilizando um benefício especial (GOL)

Gol abre inscrições para programa de estágio em SP e MG

Related Posts