Novo avião brasileiro: entregas do Cygnus começarão em 2021

Monomotor fabricado pela Octans Aicraft no interior de São Paulo iniciou o processo de certificação
Octans Aircraft - Cygnus
As entregas do Cygnus começam no segundo semestre de 2021 (Octans Aircraft)

Empresa localizada em São João da Boa Vista (SP), a Octans Aircraft (ex-Inpaer) informou nesta terça-feira (15) que iniciou a terceira e última fase de ensaios de voo e certificação com o Cygnus, novo monomotor que tem entregas previstas para o segundo semestre de 2021.

Segundo o Octans, o avião vai percorrer todo o Brasil durante a terceira fase dos testes. A empresa destaca que o Cygnus já recebeu a autorização da ANAC para os voos de longo alcance, após ter concluído os primeiros ensaios de voos e a avaliação da aeronave, cuja produção seriada deve começar já no primeiro semestre do ano que vem. Os locais por onde o monomotor passará serão divulgados nas próximas semanas, acrescentou a fabricante.

“Estamos muito contentes com a performance da aeronave e com os resultados obtidos nos ensaios. Agora, avançamos rumo à certificação”, disse o CEO da Octans Aircraft, Milton Roberto Pereira. Os testes de voo com o Cygnus começaram em janeiro deste ano.

“Teco-teco” tecnológico

O Cygnus chega ao mercado com boas credenciais em sua categoria, que é dominada pelo Cessna 172 Skyhawk há décadas. Alguns dos principais destaques do monomotor da Octans é a estrutura metálica e a asa alta cantilever (sem estruturas adicionais de apoio, como no antigo Cessna).

O novo avião brasileiro também vem com painel digital touch screen com telas de 10,6 polegadas, ar condicionado, cintos com airbags e “interior de alto padrão”, como cita a fabricante, desenhado pelo Studio Marcelo Teixeira – Arch & Transportation Design, de São Paulo (SP). A cabine do Cygnus é projetada para receber até cinco ocupantes (incluindo o piloto).

Octans Aircraft - Cygnus
As entregas do Cygnus começam no segundo semestre de 2021 (Octans Aircraft)

Entre os diferenciais, a Octans oferece opções de cabine com acabamento em madeira e carbono, assentos em couro com ajustes de altura e encosto reclinável, apoios de braço escamoteáveis, entradas USB para todos os ocupantes e pontos de energia 12V para laptops e smartphones.

A nova aeronave vai sair de fábrica equipada com motor Lycoming IO-540 de 300 cavalos de potência, um dos mais tradicionais no segmento. De acordo com o fabricante, o Cygnus voa a velocidade de cruzeiro de 296 km/h, tem alcance de 1.780 km (ou seis horas de voo) e precisa de uma pista com apenas 420 metros de comprimento para decolar.

Veja mais: FedEx recebe o primeiro cargueiro ATR 72-600F do mundo

Total
450
Shares
3 comments
  1. Parabéns pela iniciativa desses nobres Emprendedores, que acreditão no Brasil e na capacidade de nossos Profissionais!.

  2. Ótima notícia. Meu filho tem um Conquest 180 e faço voos nele de vez em quando. Fabricado nesta fábrica, que volta às atividades e isso é excelente. Parabéns, façam o seu melhor e engrandeçam nosso Brasil.

Comments are closed.

Previous Post
Quarta aeronave KC-390 destinada à FAB

FAB vai receber quarta aeronave KC-390 da Embraer nos próximos dias

Next Post

Companhia portuguesa Hi Fly desativa seu único Airbus A380

Related Posts