Companhia portuguesa Hi Fly desativa seu único Airbus A380

Aeronave arrendada pela Doric Aviation voava com a empresa portuguesa desde 2018
(Hi Fly)
Airbus A380 - Hi Fly
O Airbus A380 da Hi Fly passou por 53 aeroportos em 33 países (Ibex73)

Após realizar uma série de voos de carga da China para a Coreia do Sul e Alemanha, o emprego do Airbus A380 com a Hi Fly chegou ao fim nesta terça-feira (15). A companhia aérea portuguesa operava o maior avião de passageiros do mundo desde 2018, mas com a crise do coronavírus optou por sua desativação.

O A380 que serviu a Hi Fly pertence à empresa de leasing Doric Aviation. “A decisão de não estender o período de arrendamento inicial acordado veio como consequência da pandemia da Covid-19, que reduziu drasticamente a demanda por aeronaves muito grandes”, esclareceu a empresa, que atua no ramo de wet-lease (aluguel de aeronaves com tripulação completa).

A Hi Fly foi a quarta companhia aérea da Europa e a 14ª operadora global do avião gigante da Airbus, tornando-se também a primeira empresa de wet-lease a voar com o A380 e operar um modelo do tipo de segunda mão. A aeronave, hoje com a matrícula 9H-MIP (registrado em Malta), foi entregue originalmente à Singapore Airlines em 2008.

Antes da pandemia da COVID-19, a Hi Fly vinha se posicionando como uma plataforma de gerenciamento para A380 usados e planejava adquirir mais exemplares do avião de dois andares. Nos últimos meses, a empresa operou o jato com adaptações para transportar cargas.

Nos últimos dois anos, a aeronave com as cores da Hi Fly passou por 55 aeroportos em 33 países de quatro continentes, incluindo 12 destinos que nunca haviam recebido voos comerciais do A380, como Buenos Aires (Argentina) e Caracas (Venezuela).

Prestes a ser devolvido ao arrendador, o A380 que voou com a Hi Fly, assim como todos os outros jatos do tipo fora de serviço, tem futuro indefinido. As opções são encontrar um novo operador disposto a alugar o avião, algo improvável nos dias atuais, ou então enviar a aeronave para o desmanche, como já ocorreu com outros modelos do tipo que foram desativados.

Veja mais: FedEx recebe o primeiro cargueiro ATR 72-600F do mundo

Total
7
Shares
Previous Post
Octans Aircraft - Cygnus

Novo avião brasileiro: entregas do Cygnus começarão em 2021

Next Post

Avanço do jato ARJ21 antecipa tempos difíceis para Airbus e Boeing na China

Related Posts