Novo caça russo Sukhoi Su-75 “Checkmate” deve entrar em serviço em 2026

Jato de combate de 5ª geração da Rússia foi apresentado nesta terça-feira na MAKS 2021 prometendo ser imbatível em sua classe
O Sukhoi Checkmate: caça de 5ª geração com preço barato (UAC)

Em uma apresentação cheia de efeitos especiais, a UAC revelou oficialmente o Sukhoi Su-75 “Checkmate”, primeiro caça leve de 5ª geração russo.

A aeronave monomotor havia sido flagrada diversas vezes antes da abertura do show aéreo MAKS 2021 e já não era mais segredo, mas a gigante aeroespacial do país não deixou de prometer aspectos bastante ousados do novo caça.

Segundo o CEO Yuri Slyusar, o novo caça, também chamado pela sigla LTS (caça leve em russo), entrará em serviço em 2026 e deve realizar o voo inaugural em 2023. Até lá, ele passará por testes de solo.

O jato de combate compartilha diversos componentes e tecnologia com o Su-57 (UAC)

A UAC planeja produzir 300 caças dentro de 15 anos, meta que Slyusar considerou realista. O executivo-chefe salientou o caráter de exportação da aeronave, graças à capacidade sem igual e o custo bastante baixo.

A Sukhoi pouco revelou sobre os detalhes técnicos do Checkmate, mas garantiu que ele compartilha muito do que existe no Su-57. Um desses componentes deverá ser o motor com pós-combustor Izdeliye 30, mas a informação não foi confirmada.

A UAC, no entanto, afirmou que o novo jato de combate terá o compartimento interno de armamentos mais capaz da sua classe, incluindo todos os mísseis que equipam o ‘Felon’.

A Sukhoi promete equipar o caça com inteligência artificial (UAC)

Custo de aquisição bastante baixo

O Su-75 será equipado com softwares de inteligência artificial e poderá ser fabricada em variantes de dois lugares ou não tripulada. Outro aspecto apontado como imbatível é a razão peso-potência, “única em sua classe”, diz a empresa.

O painel de instrumentos panorâmico possui diversas telas digitais que concentram as principais informações disponíveis para o piloto. O jato será capaz de atingir velocidade máxima de 1.900 km/h e oferecer um raio de combate de 3.000 km.

A meta é produzir 300 caças em 15 anos, diz a UAC

Não houve, no entanto, qualquer menção à uma possível encomenda pela Força Aérea da Rússia, que atualmente recebe os primeiros Su-57 de produção em série.

Segundo Sergey Chemezov, chefe da Rostec, o caça da Sukhoi foi iniciativa da estatal, mesmo sem nenhuma encomenda até aqui.

Mas isso certamente não deverá ser um problema no futuro já que o Checkmate (nome provisório) terá um custo de aquisição bastante baixo, entre US$ 25 milhões e 30 milhões, promete a UAC.

Total
87
Shares
5 2 votes
Article Rating
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vlamir Bueno
Vlamir Bueno
6 dias atrás

Algumas características do projeto YF-32, como entrada de ar ventral bem à frente e empenagem em V. Até que o “bixim” ficou “bunitim”.

wesley
wesley
6 dias atrás

Esse bocal de entrada de ar não parece invisível a radar

Previous Post

MC-21: produção anual equivalente ao número de A320neo montados por mês

Next Post

Azul abre venda de passagens para os EUA sem data definida

Related Posts