Primeiro Super Tucano da Força Aérea da Nigéria completa voo inaugural

Pais africano encomendou 12 exemplares da aeronave; modelos serão produzidos pela Sierra Nevada, empresa parceira da Embraer nos EUA
Os Super Tucano encomendados pela Nigéria serão produzidos pela Sierra Nevada, na Flórida (Embraer)

O primeiro avião de ataque A-29 Super Tucano destinado à Força Aérea da Nigéria completou com sucesso o voo inaugural, informou a Embraer Defesa & Segurança nesta sexta-feira (17/4). O teste com a aeronave foi realizado em Jacksonville, nos EUA, onde fica a fábrica da Sierra Nevada Corporation (SNC), empresa parceira da fabricante brasileira no setor de defesa.

As aeronaves encomendadas pela Nigéria, 12 exemplares ao todo, estão atualmente sendo produzidas pela Embraer e pela SNC, em Jacksonville, com entregas previstas em 2021.

Os primeiros A-29 nigerianos serão enviados para a Centennial, no estado do Colorado, onde serão realizadas modificações dos sistemas de missão além de alguns testes finais. Em seguida, o pilotos da Força Aérea da Nigéria serão treinados nas aeronaves, em uma etapa que antecede as entregas.

A aprovação da venda dos Super Tucanos a força aérea nigeriana foi decidida após uma série de discussões com o governo dos EUA que levaram ao relaxamento de uma moratória das vendas de equipamentos militares para a Nigéria. O principal objetivo do país africano com as aeronaves é reforçar sua luta contra o grupo terrorista Boko Haram.

A intermediação dos EUA na venda dos Super Tucano à Nigéria faz parte do programa de ajuda militar oferecido por Washington a países do terceiro mundo que combatem grupos terroristas. É o mesmo caso dos A-29 vendidos às forças armadas do Afeganistão e Líbano, também negociados pelos americanos.

A Nigéria será o quinto operador do Super Tucano na África, onde a aeronave projetada pela Embraer também voa com as cores das forças armadas de Angola, Burkina Faso, Mali e Mauritânia.

Veja mais: KC-390 da FAB tem “batismo de fogo” contra o coronavírus

Total
39
Shares
Previous Post

Virgin Atlantic não irá voar mais entre Londres e São Paulo

Next Post

Com milhares de voos cancelados devido à pandemia, emissões poluentes da aviação despencaram

Related Posts
Total
39
Share