Primeiros KC-390 formarão a nova Ala 11 da FAB

Cargueiro da Embraer substituirá os C-130 Hercules, utilizados há mais de cinco décadas e serão sediados na base aérea do Galeão
KC-390 estreará Ala 11 da FAB (Divulgação)
KC-390 estreará Ala 11 da FAB, no Rio de Janeiro (Divulgação)

A Força Aérea Brasileira dará início a uma renovação sem precedentes em sua história a partir de 2018. É quando serão entregues os dois primeiros KC-390 fornecidos pela Embraer. O jato de transporte militar terá a importante missão de substituir um dos mais veneráveis aviões do mundo, o C-130 Hercules, em serviço na FAB desde 1964.

Para receber o KC-390, a Aeronáutica criou a Ala 11, uma nova unidade sediada na base aérea do Galeão e que concentrará a força de transporte da força. Além da função primária, o KC-390 também desempenhará outras tarefas como reabastecimento em voo – com desempenho mais apropriado que o do turbo-hélice Hercules. Também participará de operações de busca e salvamento e pousará na Antártida para apoiar a base brasileira no continente.

Mas não é apenas na versatilidade da aeronave que a FAB levará vantagem, o KC-390 também é mais capaz que o C-130. O compartimento de cargas, por exemplo, tem 18,5 metros de comprimento, 3,45 m de largura e 2,95 m de altura enquanto o Hercules oferece apenas 15,8 m (comprimento), 3,1 m (largura) e 2,7 m (altura). São 23 toneladas de carga contra 20,4 toneladas do Hercules e até 80 para-quedistas contra 64 do avião americano.

Mesmo a autonomia não chega a ser tão inferior ao turbo-hélice: são 2.730 km com carga máxima, cerca de 1.000 km a menos que o C-130. Em compensação, sua velocidade de cruzeiro é 45% superior, 870 km/h comparado a 602 km/h do rival.

Hercules da FAB: mais de cinco décadas em operação (FAB)

Em busca de novos clientes

Com a proximidade da entrada em operação, a Embraer agora intensificou as negociações com diversos interessados no avião. Depois de Portugal, que deverá ser o primeiro cliente no exterior, a fabricante fará demonstrações do voo com KC-390 na Feira de Le Bourget, na França, a partir do dia 19 de junho. Antes disso, o protótipo PT-ZNJ, que já está na Europa, faz uma uma apresentação para a Força Aérea da Suécia. Há cerca de 60 unidades pré-encomendadas do aparelho por enquanto, além dos 28 jatos adquiridos pela FAB.

KC-390: capacidade superior ao C-130 (FAB)

Veja também: O que falta para o KC-390 estrear?

Total
0
Shares
4 comments
  1. Há tb o bizú que a FAB abrigará um novo esquadrão de transporte de tropas em Anápolis/GO e o KC-390 será a anv do mesmo.

  2. A Ala11 entrou no lugar de várias unidades da área, mas não alterou os Esquadrões de Voo e não foi criada para abrigar os KC-390.
    “A Ala 11 é composta por vários Esq., e entre eles o “Gordo” e o “Cascavel” que deverão receber os KC-390.

Comments are closed.

Previous Post
O Brasil tem os bilhetes mais baratos no mercado domésticos, mas no geral fica apenas na 48º posição (GOL)

Brasil tem passagens aéreas mais baratas do mundo, aponta pesquisa

Next Post
Um antigo Convair 240 com o que sobrou da pintura da companhia Varig (Thiago Vinholes)

O museu que virou cemitério de aviões

Related Posts