Seis meses após retomar voos com 737 MAX, Gol chega a 10 aviões do modelo

Décima aeronave MAX 8 chegou ao Brasil nesta semana. Companhia aérea deverá terminar 2021 com 17 unidades do jato em sua frota
Boeing 737 MAX 8 da Gol (Nathan Coats)

Após ser a primeira companhia aérea no mundo a retomar os voos com o 737 MAX em 9 de dezembro do ano passado, a Gol completou 10 aeronaves do modelo em sua frota nesta semana.

Nesses seis meses, a empresa recebeu três jatos MAX que estavam estocados nos EUA desde março de 2019, quando agências de aviação civil do mundo inteiro proibiram os voos comerciais com o modelo. De lá para cá, vários 737 da Gol foram finalizados, mas mantidos no solo enquanto a Boeing lidava com o delicado processo de recertificação.

A Gol voltou a receber um novo 737 MAX 8 em janeiro, mas a retomada das entregas só voltou a ocorrer neste mês, com a entrega do novo e do décimo avião, prefixos PR-XMO e PR-XMP.

O Boeing 737 MAX "PR-XMM" da Gol estava estocado nos EUA desde 2019 (Gol)
O Boeing 737 MAX PR-XMM chegou ao Brasil no começo do ano (Gol)

Segundo a companhia, a frota de 737 MAX chegará a 17 unidades até o final do ano. A Gol chegou a ter um pedido total de 135 aviões do tipo, mas em abril do ano passado, após entendimentos com a Boeing, a encomenda foi reduzida em 34 unidades.

As dez aeronaves, que começaram a ser entregues a partir de 2018, são alugadas. Na lista de entregas pendentes da Boeing constam 95 jatos para a Gol, entre eles o modelo MAX 10, para 230 passageiros.

A Gol esperava receber o primeiro 737 MAX 10 em 2022, porém, a fabricante norte-americana postergou a entrada em operação para 2023. O primeiro protótipo do jato está prestes a realizar seu voo inaugural nos próximos dias.

Total
98
Shares
Previous Post

Boeing estreita relação com alemães visando acordo de venda do P-8 Poseidon

Next Post

Japão reúne empresas do país para desenvolver avião supersônico de passageiros

Related Posts