Suíça anunciará novo caça da Força Aérea no dia 30 de junho

Airbus teria proposto montar todos os Eurofighter Typhoon na Suíça caso seja o vencedor. Rafale, F-35 e Super Hornet também estão na concorrência
Caça Eurofighter Typhoon é um dos concorrentes (Airbus)

O governo da Suíça deverá anunciar a proposta vencedora da concorrência que escolherá o novo caça da Força Aérea na quarta-feira, dia 30 de junho.

O contrato de cerca de Us$ 6,5 bilhões é disputado por quatro empresas, a Dassault (Rafale), a Boeing (F/A-18E/F Super Hornet), Lockheed Martin (F-35) e Airbus, com o Eurofighter Typhoon.

A gigante aeroespacial europeia propôs montar todas as aeronaves em solo suíço, segundo uma fonte de um jornal do país neste domingo.

O programa Eurofighter tem como sócios a Alemanha, França, Itália e Reino Unido, países que teriam oferecido cooperação política com a Suíça.

A encomenda da Força Aérea do país neutro tem sido uma das mais disputadas dos últimos anos. A Suíça possui 30 caças F/A-18C/D além de 35 caças leves F-5E/F, bastante antigos.

F-35A dos EUA (Lockheed Martin)

O requerimento, que foi aprovado pela população em referendo, não estipula uma quantidade exata de caças, mas a melhor oferta dentro do preço fechado de 6 bilhões de francos suíços.

No começo de junho, um jornal suíço apontou o Dassault Rafale como favorito, mas na semana passada uma rádio do país afirmou que o F-35, único caça de 5ª geração na concorrência, havia sido o melhor avaliado pelo governo.

Apesar disso, analistas são unânimes em dizer que a decisão terá grande peso político, daí a pressão por acordos mais amplos, que envolveem interesses em áreas como economia, energia, ciência e meio ambiente.

Os primeiros caças do programa suíço serão entregues em 2025.

Total
62
Shares
Previous Post

LATAM pede aval da Justiça para vender nove Boeing 767-300

Next Post

Boeing 777X pode sofrer mais atrasos após exigências da FAA

Related Posts