United Airlines confirma encomenda conjunta de 270 aviões da Boeing e Airbus

Companhia aérea dos EUA fez pedido adicional para 200 737 MAX, 150 deles da variante MAX 10, além de 70 A321neo
A Airbus fornecerá mais 70 A321neo para a United (Airbus)

Confirmando os rumores de várias semanas, a United Airlines anunciou nesta terça-feira, 29, uma encomenda conjunta de 270 aeronaves da Boeing e Airbus no maior negócio do gênero nos últimos 10 anos.

A companhia aérea dos EUA ampliou os pedidos do A321neo junto à Airbus de 50 para 120 aeronaves e que serão equipadas com a cabine “Airspace”. No pedido original, a United havia optado pelo A321XLR, mas desta vez não especificou a variante dos 70 jatos complementares.

A Boeing foi agraciada por sua vez com um novo pedido de 200 jatos 737 MAX, sendo 150 deles da variante MAX 10, para até 230 passageiros – os demais 50 aviões serão da versão MAX 8, que a companhia aérea acaba de receber a primeira unidade, ainda de uma encomenda anterior.

O acordo combinado fará com que a oferta de assentos disponíveis em voos domésticos seja ampliada em 30%, disse a United.

A United receberá mais 150 jatos 737 MAX 10, o maior da família (Boeing)

“Recebendo e atualizando tantas aeronaves tão rapidamente com nossos novos interiores exclusivos, combinaremos um serviço amigável e útil com a melhor experiência no céu, em toda a nossa rede global premium”, disse United CEO Scott Kirby.

A United Airlines passa a contar com encomendas somadas de mais de 500 aeronaves de corredor único. Segundo a empresa, 40 delas serão entregues em 2022, 138 em 2023 e até 350 em 2024 e além.

A companhia tem expectativa de desativar mais de 200 aviões mais antigos e menores nos próximos anos.

Os 737 MAX 10 e o A321neo contarão com 20 assentos de primeira classe e 64 de econômica plus, revelou a empresa, mas sem fornecer o total de lugares em ambos os jatos.

O acordo duplo da United, estimado em cerca de US$ 30 bilhões baseado em valores de lista, supera assim o recente pedido da Southwest Airlines, que encomendou 100 jatos 737 MAX 7 em março.

Total
1
Shares
Previous Post

Airbus pode usar o A380 em voos de testes com hidrogênio

Next Post

Yamaha e ShinMaywa irão desenvolver avião leve de nova geração

Related Posts