Air Canada retoma voos para o Brasil nesta terça-feira, 1º de setembro

Companhia aérea reiniciará frequência entre Toronto e São Paulo com três voos por semana
Boeing 787-9 da Air Canada (Adam Moreira)
A Air Canada voltará a voar entre Toronto e São Paulo em setembro com seus 787-9 (Adam Moreira)

O mês de setembro marca o retorno de algumas companhias aéreas estrangeiras que estavam afastadas do Brasil por conta da pandemia do coronavírus. Uma delas é a Air Canada que retoma os voos entre Toronto e São Paulo nesta terça-feira, 1º de setembro. Com frequência diária antes do surgimento do Covid-19, os voos AC90 e AC91, no entanto, serão realizados apenas três vezes por semana por enquanto.

Segundo a Air Canada, as partidas do Canadá ocorrerão às terças, quintas e sábados e o retorno, aos domingos, quartas e sextas. O plano, entretanto, é ampliar de forma gradual essa oferta, chegando a cinco voos semanais em novembro e retomando os voos diários em dezembro.

“A empresa já está com a programação pronta para a retomada dos voos para o Brasil, um dos seus mais importantes mercados na América do Sul. A notícia foi transmitida com entusiasmo pela Air Canada, que acredita no potencial da rota Toronto-São Paulo”, afirmou a companhia aérea em nota.

Os voos São Paulo-Toronto serão operados com o Boeing 787-9, versão de capacidade intermediária do Dreamliner. A Air Canada configura seu jato com 298 assentos em três classes: 30 assentos na International Business, 21 na Premium Economy e 247 na Economy. Para os passageiros de outras regiões, a Air Canada possui um incomum acordo com as três maiores empresas aéreas brasileiras.

Reforço na prevenção ao vírus

A Air Canada esclareceu que se preparou para o retorno de sua malha internacional ao lançar o programa “CleanCare+”, de segurança pessoal e de aprimoramento das aeronaves para evitar risco de contaminação a bordo. Entre os aspectos introduzidos pela empresa estão a exigência de máscaras, o preenchimento de um questionário de saúde, checagens obrigatórias da temperatura antes do voo além da oferta de kits de limpeza e higiene das mãos. Para complementar essas medidas individuais, a empresa está fortalecendo os padrões de limpeza das cabines com a introdução da pulverização eletrostática do interior, uso de desinfetante de padrão hospitalar, além de técnicas especiais utilizadas em toda a sua frota de aeronaves.

De acordo com a companhia aérea, “a Air Canada está avançando em suas medidas de biossegurança, todas líderes do setor. Em julho a empresa passou a oferecer opções flexíveis de remarcação de viagem para os clientes da Classe Econômica confirmados em voos com capacidade próxima do total. Além disso, estão sendo introduzidos processos adicionais, sem contato em aeroportos”.

Veja também: Retomada de voos para a América do Sul privilegia São Paulo em detrimento de Rio e Buenos Aires

Total
15
Shares
Previous Post

EUA estudam usar avião supersônico no posto do Air Force One

Next Post

Modelo em escala de avião futurístico da KLM completa primeiro voo

Related Posts