Airbus A320 chega à marca de 10.000 aviões entregues

Família de aeronaves de corredor único da Airbus ultrapassou a marca de 10 mil unidades entregues no final de agosto, 33 anos após o primeiro A320 entrar em serviço pela Air France
Airbus A320neo da Indigo (BriYYZ)

E o A320 entrou para a casa dos cinco dígitos. A família de jatos comerciais de corredor único da Airbus passou da marca de 10.000 aviões entregues no final de agosto. Segundo dados da fabricante, até o mês passado 10.004 aeronaves haviam sido enviadas aos clientes, incluindo na conta todas as versões, do pequenino A318 ao A321neo, o maior e mais capaz deles.

O marco ainda não mereceu nenhuma comemoração da Airbus até o momento, mas foi notado pelo site Flight Global nesta terça-feira (7). Segundo ele, a aeronave “10.000” pode ter sido um A320neo entregue para a China Eastern Airlines ou para a indiana IndiGo, ou ainda um A321neo da Gulf Air, todos eles que deixaram as instalações da fabricante entre os dias 30 e 31 de agosto.

De acordo com o relatório mensal da fabricante europeia, haviam sido entregues até o mês passado os seguintes modelos da família:

ModelosTotal
A31880
A319ceo1.484
A319neo3
A320ceo4.752
A320neo1.310
A321ceo1.779
A321neo596
Família A32010.004

Mais veloz que o Boeing 737

A Airbus havia despachado a aeronave “número de série 10.000”, um A321neo para a MEA, no ano passado, mas com os problemas causados pela pandemia muitas unidades acabaram sendo mantidas estocadas até uma melhora no cenário.

Airbus A321 MSN10000 0 MEA
O avião número de série 10.000 da família A320 foi entregue no ano passado para a MEA (Airbus)

Fato é que a marca das 10 mil entregas é impressionante afinal o A320 estreou há pouco mais de 33 anos – em abril de 1988 a Air France colocou a primeira unidade em serviço.

Como comparação, a Boeing levou 50 anos para chegar ao 737 número 10.000, entregue para a Southwest Airlines (maior cliente do modelo) em março de 2018.

Desde então, o jato comercial mais popular do mundo vem passando por vários problemas que culminaram com o aterramento por quase dois anos. Embora ainda detenha uma carteira de pedidos elevada e algumas centenas de aeronaves produzidas e não entregues, o 737 perdeu terreno para seu rival durante esse período.

O Boeing 737 número 10.000 foi entregue em 2018, 50 anos depois da estreia em serviço (Boeing)

Graças ao casamento perfeito entre as melhorias técnicas e os novos motores turbofan, o A320neo tem tomado a dianteira em matéria de encomendas, sobretudo graças ao A321XLR, uma espécie de “matador” de widebodies da Airbus, por conta do grande alcance e capacidade de passageiros.

Com ele, a famíia A320 deverá superar a quantidade de 737 entregues dentro de pouco tempo, mostrando como um projeto mais novo pode fazer a diferença no longo prazo.

Total
34
Shares
Previous Post

Lufthansa anuncia Toronto como primeiro destino do Boeing 787

Next Post

‘People mover’ do Aeroporto de Guarulhos tem contrato assinado

Related Posts