Consultoria sugere que governos europeus comprem até 600 jatos da Airbus para mantê-la funcionando

Segundo relatório da Jeffries Group, estratégia seria mais benéfica do que realizar empréstimos para a fabricante europeia
Solução para manter Airbus envolveria a venda de até 600 jatos para os governos europeus (Airbus)
Solução para manter Airbus envolveria a venda de até 600 jatos para os governos europeus (Airbus)

Com suas ações em queda livre e seus clientes lutando para sobreviver em meio ao caos aéreo causado pelo novo coronavírus (Covid-19), a consultoria financeira Jeffries Group sugeriu uma solução para manter a Airbus ativa, que os governos europeus comprem de 500 a 600 aviões comerciais.

Em sua análise divulgada nesta sexta-feira, o veterano analista Sandy Morris explicou que a aquisição das aeronaves seria uma saída mais sensata do que apenas emprestar dinheiro para a fabricante europeia: “Novas aeronaves normalmente não são ativos ruins para se ter”. Mais tarde, esse aviões poderiam ser vendidos para as companhias aéreas quando o mercado retomasse seu funcionamento.

Na visão de Morris, seria mais barato comprar os jatos do que apenas injetar dinheiro na Airbus enquanto a pandemia perdurar. Em 2020, a empresa previa entregar 850 aviões, mas o volume deverá cair para cerca de 600 com os reflexos causados pelo vírus.

Com 134 mil funcionários apenas na Europa, a Airbus pode causar um impacto enorme nas economias de países como França, Alemanha e Espanha, já abalados pelas restrições sociais impostas recentemente para conter o avanço da pandemia. A negociação, que provavelmente envolveria as principais nações da União Europeia, poderia atingir cifras de 34 bilhões de euros (mais de 180 bilhões de reais) durante cerca de três anos estimados em que seria implementada.

Linha de montagem parada

Desde a semana passada, a Airbus interrompeu a produção de suas unidades na França e na Espanha para implementar “condições rigorosas de saúde e segurança em termos de higiene, limpeza e auto-distanciamento, além de melhorar a eficiência das operações sob as novas condições de trabalho”. A medida deveria durar quatro dias quando parte dos funcionários realizaria suas funções remotamente.

No entanto, diante da redução abrupta no tráfego aéreo, várias companhias aéreas têm solicitado o postergamento da entrega de novas aeronaves não apenas para a Airbus como também a Boeing e a Embraer.

Companhias aéreas têm solicitado para fabricantes que posterguem a entrega de suas encomendas por conta do coronavírus (Boeing)

Veja também: Governo Trump irá ampliar tarifas sobre aviões da Airbus

Total
31
Shares
0 0 votes
Article Rating
5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo
Marcelo
2 anos atrás

Uma análise estranha, pois parece privilégio à um setor, nesta logica, os governos teriam q compram carros, serviços e outros produtos para às empresas ñ quebrarem, qualquer medida ou sugestão como está, só mostra que os interesses financeiros estão acima do bem comum, essa consultoria precisa é de uma boa investigação

Marco Antônio Almeida carmo
Marco Antônio Almeida carmo
2 anos atrás

Vc está certíssimo Marcelo.

MAGOO
MAGOO
2 anos atrás

Alguém fala para está “consultório” , quer dizer pessoa idiota que acha que é consultor, que no Capitalismo sobrevive os fortes e capazes!!!
Enquanto a empresa lucrava bilhões, tudo bem!! Agora que tem prejuízo, quer que o governo, isto é o povo que paga imposto, pague a conta, para a empresa de um particular bilionário, não quebre!!!!

Pedro
2 anos atrás

Se os governos não comprarem aviões, carros, serviços que vc acha que comprará? Ou vc é aquela pequena parcela da população mundial que pode guardar dólar em casa é que ganhou horrores agora? Acredito que não. Você vai ou conhece alguém que agora compraria um carro? Não que o país agora tem que ser responsável por tudo, mas os governos são responsáveis por manter os países nessas horas. Eu avho wue fora desse contexto tinhamos que ter menos governo e menos imposto e mais cada um por si. Eu sou um admirador do sistema de governo de paises como os Estados Unidos. Não sou paga pau deles, pelo contrário. Eu amo esse país. Conheço devido a minha profissão cada rincão desse nosso país lindo, mais o governo ter que sustentar as coisas, isso tem que parar aqui. Somente tem que haver intervenção do governo nesses momentos.

Pedro Guirado
Pedro Guirado
2 anos atrás

Se os governos não comprarem aviões, carros, serviços que vc acha que comprará? Ou vc é aquela pequena parcela da população mundial que pode guardar dólar em casa é que ganhou horrores agora? Acredito que não. Você vai ou conhece alguém que agora compraria um carro? Não que o país agora tem que ser responsável por tudo, mas os governos são responsáveis por manter os países nessas horas. Eu acho que fora desse contexto tinhamos que ter menos governo e menos imposto e mais cada um por si. Eu sou um admirador do sistema de governo de paises como os Estados Unidos. Não sou paga pau deles, pelo contrário. Eu amo esse país. Conheço devido a minha profissão cada rincão desse nosso país lindo, mais o governo ter que sustentar as coisas, isso tem que parar aqui. Somente tem que haver intervenção do governo nesses momentos.

Previous Post

Associação alerta sobre risco de “ pandemia de falências” na América Latina

Next Post

Socorro governamental será inevitável para impedir o colapso do setor aéreo, alerta especialista

Related Posts
Total
31
Share