Embraer ficou a um avião de atingir meta de entregas de jatos comerciais em 2023

Fabricante brasileira entregou 64 aeronaves, sendo 39 da nova família E2. Carteira de pedidos chegou a 298 aviões
Um dos dois primeiros E195-E2 da Royal Jordanian (Embraer)

A Embraer quase atingiu sua meta de entregas de aeronaves comerciais em 2023. A fabricante brasileira enviou 64 jatos a seus clientes, apenas um a menos que a base da faixa planejada, que seria entre 65 e 70 aviões.

No quarto trimestre, a companhia entregou 25 aviões, sendo sete E175, 17 E195-E2 e um E190-E2. O resultado ficou próximo à previsão feita por Airway, que estimava ao menos 62 entregas no ano passado.

As duas aeronaves faltantes foram um dos E195-E2 entregues à Royal Jordanian (RY-REA), que foi recebido em uma cerimônia em janeiro, mas consta como entregue em dezembro, e um E190-E2 cujo cliente não constava da carteira de pedidos até setembro.

A aeronave pode ser um jato que seria entregue à Madagascar Airlines e que pertence à Azorra. A companhia aérea africana desistiu do leasing com a aeronave já pintada com suas cores.

E190-E2 que seria entregue à Madagascar pode ser aeronave para “cliente não revelado”

Além desses aviões, a Embraer entregou nove E195-E2 para Porter Airlines, quatro E175 para a Republic Airways, dois E175 para a SkyWest e um E175 para a Envoy.

A Azorra recebeu quatro E195-E2, três dos quais foram repassados à Azul, além do primeiro jato da Royal Jordanian.

O total de 25 jatos comerciais do 4º trimestre só foi maior que as entregas realizadas em 2021 no mesmo período.

O primeiro E195-E2 da Luxair será entregue no final de 2025 (Embraer)

Carteira de pedidos volta a crescer

Os pedidos pendentes de aeronaves comerciais cresceram pelo terceiro trimestre seguido, indo de 291 para 298 jatos.

Siga o AIRWAY nas redes: WhatsApp | Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Os E195-E2 lideram as encomendas com 182 pedidos pendentes, o E175 tem 100 aeronaves e o E190-E2, 16 jatos. O valor em preço de lista desses pedidos chega a US$ 8,8 bilhões, segundo a empresa.

A Embraer está perto de atingir 1.800 E-Jets entregues, o que deverá ocorrer ainda neste semestre. Até 2023, foram concluídas as entregas de 1.792 aeronaves, 108 delas da série E2.

 

Total
0
Shares
1 comment
  1. Resultado bem forte. Das entregas, teoricamente quanto maior for o avião maior seria o lucro. Nesta premissa, das 64 aeronaves comerciais, 38 foram de E2-195, contra 18 do ano passado. E na militar, entregou 2 C390, contra 1 do ano passado. Show.

Comments are closed.

Previous Post

Azul pode arrendar dois Airbus A330neo que estão parados na Indonésia

Next Post

Embraer entregou 115 jatos executivos em 2023, melhor marca em sete anos

Related Posts
Total
0
Share