Força Aérea de Filipinas planeja frota com 24 aeronaves Super Tucanos

Revista oficial da PAF divulga intenção de adquirir mais 18 aeronaves Super Tucano até 2024
Embraer A-29 Super Tucano - Força Aérea de Filipinas
Super Tucano com pintura da Força Aérea das Filipinas; país já tem seis aeronaves (Embraer)

Ao que tudo indica, o Embraer Super Tucano agradou os aviadores da Força Aérea Filipina (PAF). Com seis aviões em serviço desde o ano passado, a PAF agora tem planos de quadruplicar essa frota.

A informação é citada na edição mais recente do “Flight Plan: New Hope”, uma publicação da força aérea filipina. Na menção sobre o Super Tucano, a PAF descreve o objetivo de formar uma frota com um total de 24 aeronaves (na versão A-29B).

“Este é um projeto que levou 12 anos para ser executado no âmbito do Programa de Modernização das Forças Armadas das Filipinas revisado. O projeto finalmente se tornou realidade e seis aeronaves foram comissionadas na Força Aérea Filipina, na 15ª Asa de Ataque, em 13 de outubro de 2020, com mais 12 aeronaves a caminho em 2022 e mais seis à frente para (compor) um total de 24 (Super) Tucanos voando pelos céus das Filipinas até o final de 2024”, diz a publicação da PAF.

Destacando as capacidades do avião brasileiro, a força aérea filipina diz que “o A-29B Super Tucano é uma aeronave de ataque leve durável, de baixo custo de manutenção e operação, com capacidade para operações diurnas e noturnas e entrega de munições aéreas guiadas de baixa e alta precisão”.

Embraer A-29 Super Tucano - Força Aérea de Filipinas
Super Tucanos das Filipinas na sede da Embraer em São José dos Campos (Embraer)

Nas Filipinas, os Super Tucanos estão preparados para missões de Apoio Aéreo Próximo (CAS), Ataque Leve, bem como de operações de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (ISR).

“Ele tem uma assinatura de baixa temperatura e incorpora aviônicos de 4ª geração e sistema de armas (sistema eletro-óptico e infravermelho, telêmetro a laser e link de dados, gravador de dados centralizado na rede) dentro de um cockpit moderno e funcional”, acrescenta a publicação.

Em resposta ao Airway, a Embraer informou que “está pronta para atender às necessidades atuais e futuras da Força Aérea das Filipinas, mas não comenta possibilidade de negócios”.

Sucesso de exportação

Com quase 300 unidades produzidas desde 2003, o Super Tucano é atualmente o avião militar brasileiro mais famoso no mercado internacional. A aeronave da Embraer já foi selecionada por forças aéreas de 15 países e tem uma longa ficha de combate.

A Nigéria caminha para se tornar o 15º país a operar o Super Tucano (FAB)
Os Super Tucanos voam com a FAB desde 2003 (FAB)

O principal operador do Super Tucano é a Força Aérea Brasileira (FAB), que participou do programa de desenvolvimento da aeronave e adquiriu mais de 90 exemplares do tipo. Perto de completar 20 anos de serviço, a avião fabricado no Brasil é considerado hoje um dos melhores, se não o melhor, na categoria dos aviões de ataque leve.

Outros importantes operadores do Super Tucano são as forças aéreas do Chile, Equador, República Dominicana e Indonésia. O avião da Embraer também faz sucesso na África, com quatro clientes: Angola, Burkina Faso, Mali e Mauritânia.

Super Tucano “Made in USA”

O Super Tucano é atualmente uma peça importante nos pacotes de ajuda militar dos EUA para nações que se comprometem a combater organizações terroristas.

Alguns dos beneficiados por esse programa são o Afeganistão e o Líbano, que receberam aeronaves montadas na Flórida pela Sierra Nevada Corporation (SNC), empresa parceira da Embraer nos EUA. Outro país que vai receber o Super Tucano montado pela SNC é a Nigéria, que aderiu ao programa de ajuda militar.

Super Tucano da Força Aérea da Nigéria; país vai receber 12 aeronaves montadas nos EUA (SNC)

O Super Tucano também está na disputa do programa OA-X da Força Aérea dos EUA (USAF), que busca um avião de ataque leve e reconhecimento e pode render uma encomenda que pode passar de 300 aeronaves. O projeto, porém, foi suspenso no ano passado por tempo indeterminado, embora a USAF continue testando o avião da Embraer e seu concorrente, o AT-6 Wolverine produzido pela Textron Aviation.

Veja mais: Conheça as variadas divisões da Embraer

Total
59
Shares
Previous Post
Vitaly V. Kuzmin

Fabricantes russas MiG e Sukhoi serão unificadas

Next Post
Os antigos Boeing 737 de transporte oficial da FAB ficaram conhecidos como "Sucatinhas" (FAB)

Aviões com apelidos célebres

Related Posts
Total
59
Share