Jato executivo mais vendido do mundo está em turnê no Brasil

Versão mais moderna do Cirrus Vision Jet, G2 Plus é equipada com sistema de inteligência artificial a bordo que é capaz de pousar o avião de forma autônoma
Vision Jet GP2 Plus (Cirrus)

Não é HondaJet, Phenom ou algum dos inúmeros modelos da Cessna. O jato executivo mais vendido nos últimos anos no mundo tem sido o Vision Jet, da Cirrus, também conhecido pela designação SF50.

Por ser uma aeronave peculiar, com apenas um motor, o Vision Jet acaba excluído da conta que outros grandes fabricantes fazem para dizer que seus jatos executivos são os “mais populares” da categoria, mas fato é que o pequeno modelo, para 7 ocupantes, tem tido uma aceitação muito grande para uma empresa cujos principais produtos são monomotores a pistão.

Pois a nova versão do Vision Jet, a G2 Plus, acaba de chegar ao Brasil para uma série de demonstrações entre esta quinta-feira, 12, e o domingo, 22. A Cirrus e a representante no Brasil, Plane Aviation, pretendem apresentar o monojato para potenciais clientes em cerca de 25 a 30 voos nesse período.

As duas empresas não detalharam qual será o roteiro da turnê, mas adiantaram que o Vision Jet estará nas cidades de Joinville, Búzios e Jundiaí, onde fica a base da Plane Aviation.

O Vision Jet já é célebre por oferecer um recurso de emergência diferenciado, o CAPS (Sistema de Paraquedas Cirrus), um paraquedas que é acionado em caso de alguma pane grave e que permite que o jato de quase 3 toneladas possa voltar ao solo em segurança – segundo a Cirrus, 220 pessoas foram salvas pelo sistema até o momento (inclui outros modelos além do jato executivo).

Interior do Vision Jet (Cirrus)

A versão G2 Plus, no entanto, inova ao oferecer o Safe Return, um sistema de inteligência artificial usado em um pouso emergencial que funciona pelo acionamento de apenas um botão, sem interferência humana. A aeronave também passou a contar com Wi-Fi a bordo, novas opções de acabamento e um desempenho na decolagem aprimorado.

“O Vision Jet G2 Plus é o próximo passo para a contínua transformação da aviação pessoal”, garantiu Zean Nielsen, CEO da Cirrus Aircraft, e que enviou ao Brasil os diretores de vendas Cliff Allen e Ulises Mones para participar do tour.

Ainda segundo a fabricante, há hoje mais de 350 jatos Vision Jet em operação no mundo – somente em 2021 foram entregues 86 deles. A frota mundial de aeronaves ultrapassou 14 milhões de horas voadas.

No Brasil, existem oito jatos executivos Vision Jet, mas a frota deverá atingir 12 aeronaves até o final do ano.

Total
54
Shares
5 1 vote
Article Rating
7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Fernando Rossini
Luiz Fernando Rossini
3 meses atrás

Gostaria de voar num jato desses um dia deve ser muito bom parece ser muito seguro com tantas tecnologia de primeira moro na região de Ribeirão preto interior de São Paulo

Antonio Carlos Barbosa Filho
Antonio Carlos Barbosa Filho
3 meses atrás

Mas se tem 350 jatos no mundo e o sistema de paraquedas já salvou 220 pessoas, o percentual de pane é bastante alto cerca de 10% , confere?

helvio
helvio
3 meses atrás

eu ? voar num avião sem redundância de motor? nunca.

Luiz Felix Zanchet
Luiz Felix Zanchet
3 meses atrás

Cesna a um passo a frente em segurança.

Alex
Alex
3 meses atrás

220 pessoas ou 220 panes?

Eduardo Prado
3 meses atrás

Inovação, inclusão do CAPS, deve baratear significativamente o preço da aeronave. Estou certo?

Previous Post

ITA Airways recebe seu primeiro Airbus A350-900

Next Post

Raytheon investe no avião hipersônico da startup Hermeus

Related Posts
Total
54
Share