Revisão do 737 MAX será concluída nos “próximos dias”, diz diretor da FAA

Aeronave com uma série de correções deve ser liberada do aterramento até o final do ano
Boeing 737 MAX 7
(Steve Lynes – Wikimedia Commons)
Boeing 737 MAX 7
Cerca de 800 exemplares do 737 MAX estão impedidos de voar (Steve Lynes/Wikimedia Commons)

Diretor da Federal Aviation Administration (FAA), a agência de aviação civil dos EUA, Steve Dickson espera que a revisão do Boeing 737 MAX seja concluída “nos próximos dias”, um indicativo de que o órgão norte-americano pode liberar a aeronave para voar em breve.

“A FAA está nos estágios finais de revisão das mudanças propostas para o Boeing 737 MAX”, afirmou Dickson ao Flight Global. “Esperamos que esse processo seja concluído nos próximos dias.”

A agência ressaltou que só irá certificar o MAX, proibido de voar desde março de 2019, quando estiver “satisfeita que a Boeing abordou as questões de segurança que desempenharam um papel na trágica perda de 346 vidas a bordo do voo 610 da Lion Air e o voo 302 da Ethiopian Airlines.”

“Embora estejamos próximos da linha de chegada, irei suspender o pedido de aterramento somente depois que nossos especialistas em segurança estiverem satisfeitos de que a aeronave atende aos padrões de certificação”, acrescentou Dickson. “A FAA continua a se envolver com as autoridades da aviação em todo o mundo enquanto elas se preparam para validar nossa decisão de certificação. Como eu disse antes várias vezes, a agência levará o tempo que for necessário para revisar completamente o trabalho restante.”

Piloto com longa experiência, o Steve Dickson também participou pessoalmente de um voo de certificação do 737 MAX, em 30 de setembro.

No início de outubro, a FAA emitiu as novos requisitos para o treinamento de pilotos do 737 MAX. As regras foram elaboradas pelo Joint Operations Evaluation Board (JOEB – Conselho de Avaliação de Operações Conjuntas), composto pelas agências de aviação dos EUA, Canadá, Europa e a ANAC do Brasil.

Em comunicados anteriores, a Boeing disse repetidamente que espera pela liberação do jato antes do final do ano, prazo que nenhuma das agências do JOEB confirma.

Na expectativa pela recertificação do jato, a American Airlines programou o retorno do 737 MAX aos voos comerciais para 29 de dezembro. Único operador do jato no Brasil, a Gol informou na última semana que também pretende retomar as atividades com o MAX no próximo mês.

Boeing 737 MAX 8 - Gol
Um dos sete Boeing 737 Max recebidos pela Go; aviões estão parados desde março de 2019 (Gol)

Veja mais: Conheça os concorrentes do Embraer C-390 Millennium 

 

 

Total
9
Shares
1 comment
  1. A gol consigo admitir que você ,o piloto brasileiro tem aquela manha velha de escutar, tudo funcionando perfeitamente perfeitamente, só de ouvido.

Comments are closed.

Previous Post

Conheça os concorrentes do Embraer C-390 Millennium

Next Post
Embraer KC-390 Millennium

Embraer avança na construção do primeiro KC-390 de Portugal

Related Posts