Viagens espaciais que custam R$ 2,3 milhões por pessoa são adiadas novamente

Voos que chegam a quase 100 km de altura devem começar no segundo trimestre de 2023
Virgin Galactic adiou início dos voos comerciais para o segundo trimestre de 2023

A Virgin Galactic adiou mais uma vez o início das operações comerciais de seus voos espaciais turísticos, que custam US$ 450 mil (cerca de R$ 2,3 milhões) por pessoa. A previsão agora é de começar no segundo trimestre de 2023.

Em maio, a companhia fundada pelo bilionário Richard Branson já havia adiado a operação para o primeiro trimestre de 2023, e antes disso para o quarto trimestre de 2022. Até hoje apenas um lançamento foi feito, em julho de 2021, com Branson a bordo.

Para reservar um assento na nave projetada para levar até seis passageiros no limite do espaço é preciso fazer um depósito inicial de US$ 150 mil, algo em torno de R$ 780 mil. Branson já afirmou que os preços devem cair no futuro.

Turismo espacial

A Terra vista de uma altitude de quase 83 km (Virgin Galactic)

Primeira companhia de turismo espacial do mundo, a Virgin Galactic oferece um curto sobrevoo pela Linha de Kármán, um limite convencionado que fica a uma altitude de 100 km acima do nível do mar, usado para definir o limite entre a atmosfera terrestre e o espaço exterior.

Segundo a companhia, o tempo da viagem espacial será em torno de 90 minutos. Isso inclui a decolagem e o lançamento (a cerca de 50.000 pés) a partir de uma nave mãe, a fase de subida, estabilização em baixa órbita, reentrada na atmosfera e o voo planado até o pouso.

Os ocupantes poderão sentir sentir a ausência da gravidade quando a SpaceShipTwo alcançar o topo de trajetória, quando poderão se soltar dos assentos e flutuarem pela cabine. Mas precisa ser rápido, pois esse momento dura apenas seis minutos.

Imagem do primeiro voo da SpaceShipTwo com três ocupantes (Virgin Galactic)

ACOMPANHE O AIRWAY NAS REDES SOCIAIS

Total
1
Shares
Previous Post

LATAM voltará a voar para Boston a partir de outubro

Next Post

Eleições na Itália podem atrapalhar leilão da ITA Airways

Related Posts
Total
1
Share