Vídeos mostram Boeing 737-800 da China Eastern em alta velocidade em direção ao solo

Aeronave fazia um voo entre Kunming e Guangzhou, no sul da China, quando se acidentou. Companhia aérea suspendeu operações com o modelo, do qual tem cerca de 100 jatos
Boeing 737-800 similar ao que se acidentou no dia 21 de março (Shadman Samee/CC)

Os registros de ADS-B do Boeing 737-800 da China Eastern Airlines que se acidentou nesta segunda-feira, 21, indicavam que a aeronave havia perdido altitude de forma acelerada, mas gravações de vídeo divulgadas na China mostram que o jato mergulhou em alta velocidade.

Os destroços da aeronave, que realizava o voo MU5735 entre Kunming e Guangzhou, se espalharam por uma grande área de mata próximo à cidade de Wuzhou. Segundo a imprensa chinesa, não há sobreviventes entre os 132 pessoas a bordo.

A aeronave de matrícula B-1791 é bastante recente, tendo voado pela primeira vez há quase seis anos. Um problema grave nessa fase de voo (descida) é bastante incomum, e o mergulho, ainda mais improvável.

Por conta disso, a China Eastern Airlines decidiu suspender a operação de seus mais de 100 jatos Boeing 737-800 até que surjam mais informações sobre o acidente, um dos piores já ocorridos no país.

737 MAX ainda aterrado na China

Embora o 737-800 NG não compartilhe os sistemas e equipamentos que fizeram o 737 MAX ser aterrado após dois acidentes fatais, analistas acreditam que a volta da operação do novo jato da Boeing na China acabará sendo postergada mais uma vez.

A China ainda não aprovou o retorno ao serviço comercial do 737 MAX, o que era esperado para as próximas semanas – a nação foi a primeira a aterrá-lo logo após o segundo acidente, há três anos, na Etiópia.

Há cerca de 140 jatos 737 MAX prontos para entrega aos clientes chineses. A Reuters ouviu especialistas que acreditam que a CAAC, a autoridade de aviação civil chinesa, poderá postergar a liberação da aeronave até que obtenham algumas respostas sobre o voo MU5735.

Total
32
Shares
4 1 vote
Article Rating
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Edilson
Edilson
3 meses atrás

Fala para Boeing pedir ajuda para os engenheiros da Embraer!!!

Luiz Carlos Soares
Luiz Carlos Soares
3 meses atrás

Com mais esse acidente, independente se foi falha humana ou não, são quase 700 vidas que se foram sob as asas da Boeing.

Claudio Fiorenza Pinheiro
Claudio Fiorenza Pinheiro
3 meses atrás

A China copiou mal …E tai o resultado .

Previous Post
Míssil MICLA BR

Em recuperação judicial, Avibras é responsável por projeto de míssil para o Gripen

Next Post

Air Canada receberá 26 jatos Airbus A321XLR

Related Posts
Total
32
Share