Boeing 777X estará no Dubai Airshow

Será a estreia do maior jato bimotor de passageiros do mundo em um evento global. Fabricante também levará aeronaves com caráter ecológico
As pontas de asa dobráveis foi uma solução adotada pela Boeing para melhorar a eficiência do novo 777X sem limitar sua atuação em solo (Boeing)

Após quase dois anos do seu voo inaugural, o 777X participará pela primeira vez de uma feira de aviação. A Boeing confirmou que o maior jato de passageiros bimotor da história estará presente no Dubai Airshow, que ocorrerá entre os dias 14 e 18 de novembro.

“A Boeing está entusiasmada em participar do Dubai Airshow, o primeiro evento global em quase dois anos, e por ser capaz de ter contato direto com clientes, parceiros, fornecedores e outras partes interessadas da região”, disse Kuljit Ghata-Aura, presidente da Boeing Oriente Médio, Turquia e África.

Um dos quatro protótipos do Boeing 777-9 estará não apenas em exposição estática no evento como também participará do programa de voos.

Eagle II: USAF planeja a compra de 144 unidades do novo F-15EX (USAF)

O 777X realizou seu primeiro voo em janeiro de 2020 e desde então a Boeing tenta recuperar o tempo perdido em seu desenvolvimento. A fabricante ainda acredita que conseguirá entregar a primeira aeronave a Lufthansa, cliente de lançamento, até 2023.

Além do imenso jato, a Boeing confirmou a presença do 737-9 ecoDemonstrador, com as cores da Alaska Airlines e que está avaliando 20 tecnologias de redução do uso de combustível, emissões e ruídos. Outra aeronave ecológica confirmada é o 787-10 da Etihad Airways, que utiliza combustível sustentável.

Na parte militar, a Boeing divulgará o caça F-15EX Eagle II, que está entrando em serviço na USAF, e o avião de treinamento avançado T-7A, mas ambos não deverão ser levados aos Emirados Árabes Unidos. Em compensação, o avião-tanque KC-46A Pegasus, o P-8 Poseidon, de patrulhamento marítimo, e o tilt-rotor MV-22 Osprey.

Total
0
Shares
1 comment
  1. Essa Boeing tem muito “pepino” pra descascar!! Está pagando muito alto pelo jogo sujo que faz!! Em outra matéria, a linha 737 MAX já tem mais 400 pedidos cancelados… se essas intenções de compra migrarem para outro fabricante, é uma parte estimada em mais de 60 bilhões de dólares em média!!

Comments are closed.

Previous Post

EUA resgatam Boeing 737-200 do fundo do mar no Havaí

Next Post

Último Boeing 747 pode ser entregue em outubro de 2022

Related Posts
Total
0
Share