Embraer disputa pedido de 84 jatos de empresa aérea da Polônia

LOT Polish Airlines, que foi a cliente lançadora dos E-Jets, afirmou que deve decidir em breve se segue com aviões brasileiros ou encomenda o Airbus A220
Um E195 da LOT
Um E195 da LOT: empresa polonesa opera todos os modelos E-Jets (Markus Eigenheer)

A LOT Polish Airlines está próxima de decidir como se dará a renovação e expansão da sua frota de jatos regionais. Atualmente formada por aviões E-Jets da Embraer, a companhia aérea polonesa avalia tanto a nova família E2 quanto o A220, da Airbus.

Na sexta-feira, 15 de março, representantes do governo da Polônia se reuniram executivos da Embraer e da Airbus para discutir uma futura encomenda de 84 aeronaves.

Segundo comunicado do Ministério de Ativos do Estado, a estratégia é garantir até 110 aeronaves novas em 2028.

Siga o AIRWAY nas redes: WhatsApp | Telegram | Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

João Pedro Taborda, vice-presidente de assuntos governamentais da Embraer na Europa, esteve na Polônia
João Pedro Taborda, vice-presidente de assuntos governamentais da Embraer na Europa, se reuniu com representantes do governo polonês (GP)

A LOT “enfrenta a necessidade de tomar uma decisão estratégica entre continuar a cooperação no segmento regional com o atual fornecedor (Embraer) ou mudar para uma plataforma competitiva (Airbus),” disse o governo.

A empresa aérea de bandeira da Polônia tem atualmente uma frota de 74 aeronaves, 41 deles de Embraer E-Jets, do qual foi a cliente lançadora em 2004.

Airbus A220-300
Airbus A220-300 (Steve Lynes)

A despeito de ter uma das maiores frotas da fabricante brasileira, a LOT pode estabelecer um acordo mais amplo com a Airbus, indo além do A220.

Além dos Embraer, a transportadora polonesa tem jatos Boeing 737 e 787 em sua frota, mas está usando um A330-900neo em wet-leasing junto à Air Belgium.

E195-E2
O E195-E2 Tech Eagle (Embraer)

Conversas prosseguem há pelo menos dois anos

Os estudos para renovar sua frota de jatos regionais já ocorrem há mais de dois anos. Em 2021, a LOT afirmou que estava avaliando uma possível encomenda de pelo menos 50 aeronaves A220 ou Embraer E2.

No entanto, a despeito de rumores de que teria optado pela aeronave da Airbus, a empresa aérea não anunciou qualquer pedido nesse meio tempo.

 

Total
0
Shares
1 comment
  1. Será uma grata surpresa a vitória da Embraer. A fabricante francesa, quer dizer, europeia, é favorita para ganhar mais este pedido. E o parágrafo quarto, nas palavras do governo polonês, diz: “…ou mudar para uma plataforma competitiva (Airbus)”. Em outras palavras, segundo eles, o produto advindo da fabricante canadense é mais eficiente.

Comments are closed.

Previous Post
O Boeing 787-9 CC-BGG envolvido no incidente

Boeing pediu para companhias aéreas checarem assentos de pilotos do 787

Next Post
Ilustração não oficial de como seria o bombardeiro H-20 da China

Bombardeiro nuclear chinês H-20 está perto de ser revelado, diz governo do país

Related Posts
Total
0
Share