KC-390 da FAB decola rumo aos EUA para treinamento inédito

Aeronave e militares da FAB e do Exército Brasileiro vão participar do Exercício Culminating com as forças armadas dos EUA
O KC-390 é projetado para transportar até 26 toneladas de carga, capacidade superior a do Hercules (FAB)
O KC-390 é projetado para transportar até 26 toneladas de carga, capacidade superior a do Hercules (FAB)

Decolou nesta terça-feira, da Base Aérea de Anápolis (GO), uma aeronave KC-390 Millennium da Força Aérea Brasileira (FAB) rumo a Louisiana, nos EUA. O avião e militares da FAB e do Exército Brasileiro têm presença marcada no Exercício Culminating, com a participação de outras aeronaves e tropas do Exército dos EUA. A ação ocorrerá entre os dias 12 de janeiro e 5 de fevereiro.

O KC-390 enviado para o treinamento nos EUA é o modelo com registro FAB-2855, o terceiro aparelho recebido pela FAB, em junho de 2020, de um total de 28 aeronaves encomendadas. O voo até Louisiana, conduzido por tripulantes do Esquadrão Zeus (1º GTT), vai exigir duas paradas de reabastecimento: uma em Boa Vista (RO) e outra em San Juan, no Porto Rico.

Segundo a FAB, está prevista a realização de saltos operacionais de soldados paraquedistas brasileiros e americanos a partir do KC-390 durante o exercício militar. O treinamento tem como objetivo “a preparação de militares e tripulantes para missões de emprego em operações aeroterrestres”, explica a força aérea.

Em outra prova, o KC-390 da FAB vai integrar um voo de pacote, com a participação de outras 15 aeronaves dos EUA, incluindo nove C-17 Globemaster e seis C-130J Super Hercules, e será realizado o lançamento de mais de quatro mil paraquedistas em apenas uma noite.

A FAB vem se preparando para o Exercício Culminating desde dezembro de 2020. Nesse período, os militares foram capacitados no módulo contratual Operational Familiarization (OPFM), ministrado pela Embraer, como tripulantes instrutores da aeronave em lançamento de paraquedistas pelo método semiautomático ou enganchado. Os paraquestistas realizaram também saltos na Zona de Lançamento da Base Aérea dos Afonsos, no Rio de Janeiro (RJ).

Segundo a Embraer, o KC-390 pode transportar 80 soldados ou 64 paraquedistas (FAB)
O KC-390 pode transportar 80 soldados ou 64 paraquedistas (FAB)

De acordo com o comandante do Esquadrão Zeus, Tenente-Coronel Aviador Luiz Fernando Rezende Ferraz, a aeronave e os militares tiveram bom desempenho durante o período de treinamento e estão preparados para participar do exercício que é um marco na história do KC-390 e da Força Aérea Brasileira.

“Nós temos tudo para mostrar para o mundo a capacidade do KC-390, que pela primeira vez vai lançar paraquedistas junto com outras aeronaves estrangeiras. O exercício conjunto vai ser muito importante não só para o 1° GTT, como também para a FAB e para o país”, destacou.

Para o Chefe da Subchefia de Avaliação e Doutrina do Comando de Preparo (COMPREP), Brigadeiro do Ar Sergio Barros de Oliveira, a participação do KC-390 no Exercício Culminating reforça a capacidade de atuação da FAB.

“É a primeira vez que nós vamos fazer o lançamento de paraquedistas dentro de um cenário de exercício operacional, que é bastante diferente do que lançar os paraquedistas em um circuito de tráfego para uma missão de treinamento local. É uma honra muito grande nós termos sido convidados para participar desse exercício em conjunto com o Exército, utilizando pela primeira vez a aeronave mais nova da FAB”, afirmou o Brigadeiro.

KC-390

Desde a entrega do primeiro Embraer KC-390 Millennium, em setembro de 2019, a FAB já recebeu quatro aeronaves, que vêm participando de diversas missões fundamentais para o país, como a Operação COVID-19, de apoio no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, e na missão de assistência humanitária à República Libanesa.

A aeronave e militares da FAB vêm passando por fases de certificação e, após a conclusão de determinadas etapas, as tripulações passam a operar as diversas funcionalidades do avião até atingir a capacidade final de operação (Final Operational Capability – FOC), que estará disponível em todos os KC-390 da frota brasileira.

Alguns dos requisitos que o KC-390 ainda precisa provar são a capacidade de combate a incêndios florestais e operações na Antártica, onde o avião precisa pousar e decolar em pistas de neve.

A capacidade de combater incêndios foi uma das exigências da FAB para o KC-390 (Embraer)
A capacidade de combater incêndios foi uma das exigências da FAB para comprar o KC-390 (Embraer)

Veja mais: Turcomenistão pode ser o próximo cliente do Super Tucano

 

Total
29
Shares
1 comment
  1. Por favor faça uma matéria sobre o Antonov (monomotor), é uma aeronave bem interessante e pouco conhecida paqui.

Comments are closed.

Previous Post
Boeing 717 - Volotea

Raro Boeing 717 é aposentado na Europa

Next Post
A Boeing planeja testar a tecnologia dos controles autônomos no jato 787 a partir de 2019 (Divulgação)

“Goleada” pela Airbus, Boeing encerrou 2020 com 157 jatos entregues

Related Posts