De Havilland lança o Dash 8 P-4, de patrulha marítima

Fabricante canadense assinou um Memorando de Entendimento com a PAL Aerospace para lançamento de uma variante de patrulha marítima do turboélice de passageiros
DAsh 8 P-4 (DHC)

Poucos dias após confirmar uma pausa na produção do turboélice Dash 8, a De Havilland Canada anunciou nesta quinta-feira ter assinado um Memorando de Entedimento com a PAL Aerospace para o desenvolvimento de uma variante de patrulha marítica da aeronave.

O modelo, chamado de Dash 8 P-4, poderá ser usado em missões de patrulha marítima (MPA), inteligência, vigilância e reconhecimento (ISR), assim como outras funções.

Segundo as duas empresas, a aeronave, baseada no Dash 8-400, receberá tanques de combustível auxiliares para oferecer um alcance maior, além de equipamentos apropriados para desempenhar as novas missões como radares, detector de anomalias magnéticas (MAD) e outros sensores.

“O considerável espaço da cabine, capacidade de carga útil, perfil de velocidade e economia operacional da plataforma Dash 8-400, combinados com a orgulhosa história de 92 anos de inovação e liderança em projeto e fabricação de aeronaves da De Havilland Canada, proporcionam uma base ideal para lançar o programa Dash 8 P-4 ”, disse Jake Trainor, CEO da PAL Aerospace.

“As credenciais incomparáveis da PAL Aerospace no projeto e modificação de aeronaves MPA e ISR, sua compreensão do Dash 8 como um operador atual da plataforma e seus mais de 40 anos de experiência em operações de missões especiais são únicas no Canadá e em todo o mundo,” completou David Curtis, presidente executivo da Longview Aviation Capital, empresa controladora da De Havilland Canada.

As duas empresas, no entanto, não detalharam um cronograma de lançamento do Dash 8 P-4, que está atrasado em relação a seus concorrentes turboélices.

(Leonardo)
ATR 72MP (Leonardo)

A ATR já oferece o ATR 72MP, baseado na versão maior da aeronave e que equipa a Guardia di Finanza, divisão paramilitar do governo italiano que patrulha suas águas territoriais.

Já a Airbus tem obtido mais sucesso com o C-295 MPA/Persuader, avião anti-submarino baseado no antigo turboélice de passageiros CN-235 e que opera em países como o Chile, Irlanda, Algeria, Portugal e o Brasil, que possui três unidades recentemente entregues.

A Airbus oferece o C-295 Persuader em versão de patrulha marítima com bastante sucesso

Veja também: Marinha dos EUA recebe o 100º P-8 Poseidon

Total
26
Shares
Previous Post
Learjet 75 Liberty

Bombardier admite vazamento de dados após sofrer ataque hacker

Next Post
Embraer Praetor 500

Entregas de jatos executivos caíram 20% no ano passado

Related Posts